Incluí Huế na lista de locais a visitar nesta minha aventura de um ano pelo mundo com o Nuno, quando um dia, a meio de uma pesquisa sem grande importância, percebi que é enorme a relevância desta cidade na história do Vietname.

Huế é muito conhecida pelo seu património arquitetónico. Nomeadamente a Cidadela de Huế é parte integrante de um complexo reconhecido como Património Mundial da UNESCO. Esta cidade é o coração cultural, religioso e histórico do Vietname, e foi a capital do país até 1945.

Só por isso, Huế já é de paragem obrigatória, mas confesso que os hotéis que conheci foram a verdadeira surpresa da minha viagem por aqui. Por isso mesmo, hoje dou a conhecer ao leitor o Pilgrimage Village Boutique Resort & Spa, onde tive o privilégio de viver uma experiência única.

Este resort situa-se nos arredores de Huế , a vinte minutos do aeroporto da cidade, numa zona tranquila e rural, fora da azáfama do centro da cidade, mas perto o suficiente dos principais marcos históricos e atrações locais. A juntar a esta localização estratégica, o hotel dispõe de um shuttle, disponível a várias horas do dia, que transporta os hóspedes do hotel aos vários pontos turísticos da cidade, e vice-versa. Incentiva assim os clientes a mergulharem na cultura da cidade, sem comprometer o bom aproveitamento do resort e, assim, acaba por ser fácil desfrutar de tudo um pouco, com fluidez e sem pressas.

Quando cheguei ao hotel, chamou-me a atenção uma frase que vi em destaque num dos panfletos que estavam expostos na receção: em busca do tempo perdido. Esta é a premissa deste resort, cuja envolvente não podia ser mais tranquila. Aqui estamos no meio da natureza, o que é evidente pela paisagem verdejante e cheia de flores, mas também pelo silêncio que apenas os pássaros e insetos interpelam.

Veja aqui o vídeo

Como se não bastasse este cenário, já de si propício ao relaxamento, o hotel dispõe ainda de um spa, que combina a antiga sabedoria tradicional de cura do Oriente, com terapias do Ocidente. Aqui é possível desfrutar de jacuzzi, sauna e banho turco, mas também fazer aulas de meditação, tai chi e ioga. As aulas podem ser, tanto particulares, quanto em grupo, e têm como objetivo devolver equilíbrio e paz a todos aqueles que as procuram.

A piscina pública do hotel, com quarenta e oito metros de comprimento, é outro dos locais ideais para renovar energias. Dispõe de vários locais à sombra e também de espreguiçadeiras muito confortáveis. Aqui o tempo de qualidade é para todos, o que significa que, afastada desta piscina maior e mais profunda, existe uma outra, mais pequena, destinada às crianças e respetivas famílias.

O pequeno-almoço buffet é servido no restaurante do resort, que fica ao ar livre. Circunda-o um lago, sobre o qual estão plantas aquáticas. Sabe bem começar o dia com esta sensação única de estar a respirar ar puro. Nesta primeira refeição do dia, é possível saborear iguarias locais, como noodles e arroz frito - entre tantas outras -, mas também existem as típicas opções ocidentais, como ovos mexidos e/ ou estrelados, torradas, croissants, miniaturas, bolos e café com leite.

A arquitetura e decoração do Pilgrimage Village Boutique Resort & Spa, tal como toda a equipa por detrás do mesmo, contribuem também para que este seja um lugar especial. Antes de revelar porquê ao leitor, gostaria de contar-lhe como e quando surgiu este projeto, já que toda a sua história espelha a sua essência.

Le Van Truong é o impulsionador deste negócio. É local e cresceu nos campos de arroz, perto de Huế . Foi, desde sempre, um apaixonado por tudo o que à natureza diz respeito: da fauna à flora. Já na adolescência, rendeu-se aos encantos da arte, artesanato e até antiguidades, que coleciona até hoje.

A carreira de Truong começou na agricultura, mas caracteriza-o a irrequietude que o levou a lutar por mais e, assim, a formar-se em arquitetura. Truong tinha 28 anos em 1994, quando fundou o seu próprio estúdio de arquitetura, que perdura hoje e é parte fundamental da sua empresa-mãe, A Dong Corporation. O Pilgrimage Village Boutique Resort & Spa, sobre o qual agora escrevo, é parte integrante desta mesma empresa.

O Pilgrimage Village começou por ser uma simples loja de artesanato, levada a cabo por Truong, com o intuito de dar a conhecer a estrangeiros, e até locais, o que de melhor se fazia no Vietname. Este projeto expôs o então jovem empreendedor ao contacto regular com estrangeiros, o que acabou por dar origem à vontade de alargar o negócio e testar o formato hotel. A existência da empresa de arquitetura serviu aqui de alavanca e facilitou o processo de construção de quartos. Os primeiros quinze, que construiu para testar o potencial do projeto, foram o sucesso de que Truong precisava para ter a certeza de que fazia sentido continuar a investir no projeto.

Um passo de cada vez e o Pilgrimage Village foi ganhando forma. A visão de Truong acabou também por contagiar a mulher e os quatro filhos e, assim, o Pilgrimage Village Boutique Resort & Spa tornou-se um negócio familiar. Conta hoje com a perícia desta família unida nas mais diferentes áreas e, desde 2004, possui um total de 173 habitações, entre quartos e vilas.

Volta ao Mundo. Conheci o lado oculto da capital do Vietname durante a madrugada
Volta ao Mundo. Conheci o lado oculto da capital do Vietname durante a madrugada
Ver artigo

Tive o privilégio de ficar a par de todo este caminho através de Le Thi Da Lam, que foi quem me recebeu à chegada do hotel. Miss Lam, de 41 anos, é a segunda filha de Truong. Estudou Turismo no Japão e é hoje quem está à frente do hotel. “Este é um resort familiar antigo, algo bem diferente daquilo que vemos nas grandes cadeias. Aqui atentamo-nos nos detalhes e procuramos personalizar tudo. O estilo é bastante tradicional e integra também a arte vietnamita, que compõe a decoração. O que está exposto no resort, vemos também à venda no centro da cidade. Aliás, 95% dos materiais que usamos são locais. Quando o meu pai começou, não havia dinheiro para comprar peças luxuosas, muito menos de fora do país, e mantemos isso até hoje”, conta Lam, orgulhosa. De facto, este hotel combina sofisticação e conforto com autenticidade, e jamais compromete a identidade vietnamita, sempre presente nos detalhes.

Lam salienta ainda o serviço da equipa: “temos uma equipa de operações, que mantemos há anos. Os maiores elogios que recebemos por parte dos nossos clientes, dizem-lhes respeito a eles. São muito amáveis.” Neste resort, os colaboradores são todos muito próximos entre si. Fica a sensação de estarem todos a cuidar de uma casa de família, que desejam preservar. Aqui não há hierarquias, são todos iguais, em busca do mesmo: proporcionar a melhor experiência a quem por aqui passa.

A mesma política aplica-se ao outro hotel da família Truong, o Vedana Lagoon Resort & Spa. Este situa-se a quarenta minutos do Pilgrimage Village e, embora aposte também na tradição, apresenta um design bem mais moderno e arrojado. O facto de estar mais longe do centro, traduz uma das suas missões: “garantir que as pessoas vêm aqui por mais tempo, apenas e só para relaxar”, explica Lam. O Vedana Lagoon situa-se na margem da Lagoa Tam Giang, uma das maiores do Sudeste Asiático. Aqui o destaque são as vilas sobre a água, que dão acesso a uma paisagem exuberante. Sobressaem também as piscinas privativas, a decoração sofisticada e o espaço amplo, mas acolhedor. Também aqui a visita é imperdível.

Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, não hesite a contactar-me por e-mail ou mesmo pelo Instagram, onde estou também a partilhar sobre esta minha aventura.

Veja aqui as fotos

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.