Este domingo, 8 de maio, celebra-se o Dia da Mãe tanto na Ucrânia como nos Estados Unidos. Para assinalar a data e mostrar que "o povo dos EUA está com o povo da Ucrânia", a primeira-dama norte-americana, Jill Biden, fez uma visita surpresa a uma escola em ucraniana e encontrou-se ainda com Olena Zelenska, mulher do presidente Volodymyr Zelensky , que não era vista em público desde o arranque da invasão russa, há 74 dias.

Esta enfermeira ucraniana perdeu as pernas na guerra — mas nada a impediu de dançar no seu casamento
Esta enfermeira ucraniana perdeu as pernas na guerra — mas nada a impediu de dançar no seu casamento
Ver artigo

As duas mulheres encontraram-se à porta de uma escola em Uzhhorod, que fica junto à fronteira com a Eslovénia e que tem estado a receber milhares de deslocados de outras extremos do país. Olena e Jill abraçaram-se no exterior do edifício e, mais tarde, a homóloga ucraniana prestou declarações aos meios de comunicação presentes no local.

"Percebemos o que é preciso para que a primeira-dama dos EUA venha aqui durante uma guerra, onde decorrem ações militares todos os dias, onde sirenes tocam todos os dias, incluindo hoje", afirmou, agradecendo a atitude de Jill Biden, que, segundo a própria confirmou, não aconteceu no Dia da Mãe por acaso.

"Queria vir no Dia da Mãe", disse Jill Biden, em declarações citadas pela SIC Notícias, avançadas em primeira instância pela agência Associated Press. "Pensei que era importante mostrar à população ucraniana que esta guerra tem sido brutal e que tem de acabar, e que os norte-americanos estão ao lado dos ucranianos". 

Depois do encontro público, as primeiras-damas terão privado já no interior da escola. Mais tarde, juntaram-se a um grupo de crianças, que vive na escola, para fazerem presentes para o Dia da Mãe, que se assinala em simultâneo na Ucrânia e nos Estados Unidos, este domingo, 8.

A visita contou com medidas apertadas de segurança e não foi anunciada previamente. Ao que se sabe, a primeira-dama dos Estados Unidos fez a viagem de forma secreta e esteve cerca de duas horas na Ucrânia, escreve e SIC Notícias.

Esta é a primeira vez que Olena Zelenska surge em público desde o arranque da guerra, a 24 de fevereiro. Tanto a homóloga ucraniana como os seus dois filhos — Aleksandra Zelenskaya, com 17 anos, e Kiril Zelensky, com 9 —, fruto da relação com Volodymyr Zelensky, têm estado longe do olho público por razões de segurança.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.