A partir de segunda-feira, 4 de maio, começa a primeira fase de desconfinamento da economia. Lojas até 200 metros, cabeleireiros, stands automóveis e livrarias são os primeiros, contudo, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, já fez saber que bares, discotecas e ginásios só devem reabrir numa terceira fase.

Esta deverá ter início em junho, o que significa que estes estabelecimentos permanecerão encerrados durante todo o mês de maio. 

As informações foram avançadas durante uma entrevista no programa "Negócios da Semana", da SIC-Notícias, no qual destacou, tal como já tinha sido avançado pelo Governo, que a reabertura do comércio será gradual: "Ao fim de uma quinzena podemos avaliar se o levantamento gradual levou a um aumento descontrolado da epidemia".

Ginásios querem reabrir com novas regras: salas desinfetadas a cada aula, só metade dos aparelhos e sem duches
Ginásios querem reabrir com novas regras: salas desinfetadas a cada aula, só metade dos aparelhos e sem duches
Ver artigo

As diferentes fases vão então estar dependentes de uma constante avaliação da evolução da pandemia, mas o ministro revela que o futuro já está a ser planeado, começando logo pelo calendário dividido em fases, que "dá tempo às empresas para se adaptarem para as novas regras e avaliar o que se pode fazer no futuro", disse Pedro Siza Vieira.

Isto porque, quer numa primeira fase ou terceira fase, o ministro da Economia admite que os portugueses têm de se habituar a "conviver o vírus" e para isso já está a ser planeado um reforço de máscaras de forma a que a população possa voltar a frequentar os espaços públicos.

Todos os cabeleireiros, livrarias e stands reabrem segunda-feira. Lojas só as que tiverem menos de 200 m2
Todos os cabeleireiros, livrarias e stands reabrem segunda-feira. Lojas só as que tiverem menos de 200 m2
Ver artigo

A principal preocupação são as escolas e o objetivo é que haja material de proteção em "larga escala" para alunos e funcionários. "Já temos muitas empresas portuguesas a produzir estes equipamentos, certificados e vão começar a chegar mais às grandes superfícies comerciais", afirmou Pedro Siza Vieira.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.