Portugal regista já 32.895 infetados e 1.436 mortos pelo novo coronavírus. São estes os novos dados avançados pela Direção-Geral da Saúde (DGS) no boletim epidemiológico desta terça-feira, 2 de junho. Estes números representam um aumento de 195 infetados, enquanto as vítimas mortais registadas são mais 12 do que as de ontem.

Relativamente às investigações sobre a COVID-19, foram revelados resultados promissores para o tratamento do vírus ao testarem o fármaco tenofovir desoproxila fumarato (TDF), usado em pacientes infetados com o VIH e hepatite B. A conclusão resulta de um estudo do Departamento de Ciências Biomoleculares da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP de Ribeirão Preto, Brasil, publicados no "Journal of the Brazilian Chemical Society".

Segundo os cientistas, uma análise introdutória em laboratório detetou que a droga farmacológica diminuiu até 15 vezes a carga viral de células infetadas.

#amplifymelanatedvoices. O movimento que quer voz às pessoas negras
#amplifymelanatedvoices. O movimento que quer voz às pessoas negras
Ver artigo

Já em território nacional, o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, decidiu esta segunda-feira, 1, suspender "a venda de bebidas alcoólicas a partir das 21h00 nos postos de combustíveis afim de evitar concentrações nos mesmos, em especial após o encerramento às 23h00 de bares e cafés nas proximidades", disse no Facebook.

A medida deve-se ao facto de estes pontos de venda levarem a alguns ajuntamentos, situação que deve ser evitada e a única forma limitar as aglomerações é reduzir o horário.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.