O Infarmed, autoridade máxima do medicamento em Portugal, ordenou a retirada imediata do mercado nacional dos produtos da marca CIEN, comercializados pelo LIDL, que contenham uma substância proibida no nosso mercado. O anúncio foi feito esta sexta-feira, 16 de setembro, da parte da manhã, e a ordem visa a retirada imediata de colorantes para o cabelo, nomeadamente as embalagens de "Cabelo escuro", "Preto", "Chocolate Brasil", "Castanho Noz", "Loiro platinado", "Loiro Caramelo Luminoso", "Loiro Sahara", "Loiro Dourado" e "Loiro Glam Shine".

Estes produtos têm todos uma substância chamada butylphenyl methylpropional, proibida no mercado português. Na circular emitida pelo Infarmed é dito que "os consumidores que possuam estes produtos não os devem utilizar". A retirada dos mesmos deve ser "imediata", avisa ainda o Infarmed. Esta substância está classificada como cancerígena, mutagénica ou tóxicas para a reprodução.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.