As discotecas Jamaica e Tokyo vão reabrir já a partir de 30 de setembro. Depois de um encerramento de dois anos devido à pandemia COVID-19, os espaços noturnos chegam com algumas novidades. Os espaços mudam de morada, haverá melhorias a nível do som, a utilização de copos recicláveis ou uma app para a compra de bilhetes.

Jamaica e Tokyo começam por mudar logo de espaço. Ambos migram do Cais do Sodré, onde durante décadas foram espaços de referência da noite de Lisboa, e passam para o Cais do Gás, também no Cais do Sodré, mas junto ao Tejo, perto do local onde ficam o Titanic Sur Le Mer ou a Portugália. No Jamaica vai haver uma pista de dança de geometria variável e Bruno Dias mantêm-se na cabine. Já no Tokyo, vai haver um palco maior e mais alto e a programação fica da responsabilidade de Fred Martinho, guitarrista dos HMB, e Rui Pedro Pity, membro do grupo The Black Mamba.

Atenção, fumadores: vai ser (quase) impossível fumar em bares e discotecas a partir de 2023
Atenção, fumadores: vai ser (quase) impossível fumar em bares e discotecas a partir de 2023
Ver artigo

O sócio das duas discotecas, Fernando Pereira, confirmou que vai haver continuidade na “aposta em novos projetos e na diversidade de géneros musicais”. Mesmo com diversos atrasos, devido às obras que tiveram início no final de 2021, a reabertura vai acontecer no final do mês de setembro.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.