A zona da Grande Lisboa vai ter um metro de superfície que ligará os municípios de Lisboa, Oeiras e Loures. Este metro ligeiro terá ligações entre Alcântara e Cruz Quebrada, e entre Santa Apolónia e Sacavém, e será suportado com um investimento resultante de um protocolo entre os três municípios, que pretendem assegurar "uma ligação rápida e estruturante de transporte público pesado entre as respectivas zonas ribeirinhas e os principais interfaces em Lisboa", pode ler-se em comunicado de imprensa.

Este novo meio de transporte da zona da Grande Lisboa vai criar dois corredores que ligarão Alcântara, Ajuda, Belém, Algés, Linda-a-Velha, e Cruz Quebrada/Dafundo, e ainda entre Santa Apolónia e a Gare do Oriente e daí até Moscavide, Portela e Sacavém, escreve o "Público".

Transportes públicos podem voltar a ter lotação total. Governo vai levantar restrições
Transportes públicos podem voltar a ter lotação total. Governo vai levantar restrições
Ver artigo

No total, serão cerca de 25 quilómetros que fazem a ligação às linhas de transportes ribeirinhas, como as do eléctrico, do comboio e do metro, contando-se já que a linha vermelha seja expandida até Alcântara.

“Os municípios entendem ainda que deve ser explorada a viabilidade de implementar, sempre que possível, corredores dedicados a modos ativos, pedonal e em bicicleta, paralelos aos corredores de transporte público estruturante que vierem a ser implementados”, pode ler-se no mesmo comunicado enviado às redações.

Ainda esta semana, os municípios vão votar o protocolo que permitirá avançar com o estudo, o planeamento e a forma de concretização do projecto LIOS - Linha Intermodal Sustentável, sendo que ainda não foi divulgada uma data para o início da construção, nem estimativa de conclusão do projeto.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.