Um desentendimento num casamento terá estado na origem de um crime horrendo que está a chocar Espanha. Um cidadão português de 35 anos investiu, de carro, sobre uma multidão de convidados e matou quatro pessoas deixando dezenas de outras feridas. O crime ganha contornos ainda mais misteriosos já que na viatura estavam milhares de euros em notas de 10, 20, 50 e 100 euros, revelou a polícia espanhola, de acordo com o jornal "Correio da Manhã" desta segunda-feira, 7 de novembro.

Morreu o rapaz de 13 anos que foi atropelado depois de saltar para a estrada para salvar a irmã. Condutor continua em fuga
Morreu o rapaz de 13 anos que foi atropelado depois de saltar para a estrada para salvar a irmã. Condutor continua em fuga
Ver artigo

O crime ocorreu de madrugada, já depois das 2h30 da manhã, e quando decorria um casamento na cidade de Torrejon de Ardoz, perto de Madrid. Na cerimónia, um homem, português, ter-se-á desentendido com uma pessoa de outra família. Os ânimos aqueceram e a discussão prosseguiu na rua. Dezenas de pessoas foram para o exterior ver o que se passava e foi quando o português se meteu no carro juntamente com os seus dois filhos, de 15 e 16 anos, e um sobrinho, cuja idade não foi apurada. O homem acelerou o carro para cima da multidão de convidados e atropelou mortalmente quatro pessoas, deixando dezenas de outras feridas. Os mortos são uma senhora de 70 anos, uma rapariga de 17 e dois homens de 40 e 60 anos. Entre os feridos, há quatro em estado grave. Todos eles estão a ser assistidos em hospitais de Madrid, para onde foram levados após o atropelamento.

Após o embate, o homem fugiu no carro, um Toyota Corolla, que ficou com o vidro da frente partido e sem pára-choques frontal, resultado das colisões violentas. A polícia foi chamada de imediato e iniciou a perseguição ao homem. O português acabou por ser detido ao fim de pouco mais de uma hora na localidade de Seseña, perto de Toledo. Ele e os filhos foram detidos e vão ser presentes a um juiz. No carro, as autoridades encontraram uma enorme quantidade de dinheiro, num saco, em notas de 10, 20, 50 e 100 euros. O sobrinho fugiu e continua em fuga, noticia ainda o "Correio da Manhã".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.