Ouvido em tribunal, esta terça-feira, 31, por suspeitas de violação de uma jovem de 17 anos, o futebolista Rúben Semedo manifestou-se pela primeira vez face às acusações, à saída do edifício. “Estou inocente e vocês vão ver. Quero que estejam aqui quando for absolvido. É tudo sobre dinheiro. Se eu não fosse futebolista nada disto estaria a acontecer”, terá dito, segundo cita o jornal "Público".

O central do Olympiacos afirma-se inocente, mas vai continuar detido até à data do interrogatório, marcado para a próxima quinta-feira, 2 de setembro. Depois de ser ouvido em tribunal, nesta terça-feira, foi encaminhado pela polícia para uma esquadra local, onde deve pernoitar até ordem em contrário.

Das declarações da alegada vítima ao segundo homem, o que se sabe sobre o caso Rúben Semedo
Das declarações da alegada vítima ao segundo homem, o que se sabe sobre o caso Rúben Semedo
Ver artigo

Esta foi a primeira vez que o jogador comentou publicamente as acusações. No entanto, Stavros Georgopoulos, atual advogado de Rúben Semedo, já teceu comentários à imprensa, onde nega acusação e alega ter “argumentos concretos que desmentem a acusação”.

“Uma rapariga sozinha procurou-o na sexta-feira à noite, perguntou se poderia ir ter com ele na companhia de uma amiga e depois aconteceu o que aconteceu”, comentou em declarações à cadeia de televisão grega ANT1, na segunda-feira, 30.

“Se eu fosse à casa de alguém e me violassem, sairia imediatamente. Neste caso, ela continuou lá [em casa do jogador], mandaram vir comida, fumaram shisha e, se não tivesse existido esta queixa, provavelmente ainda continuariam lá. Não pode ter existido violação, caso contrário ela não teria mandado mensagem [a Rúben Semedo] para se voltarem a encontrar na noite seguinte”, completou.

O advogado do jogador alega ainda que o seu cliente desconhecia a idade da jovem, não tendo conhecimento de que se tratava de uma rapariga menor de idade.

As declarações da alegada vítima de 17 anos já foram divulgadas pela imprensa grega. A jovem alega ter sido violada pelo jogador português e por um outro indivíduo, de 40 anos, na mesma noite, num estado que descreve como "coma alcoólico".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.