A marca de lingerie britânica Bluebella é conhecida pelas suas campanhas inclusivas que mostram diferentes tipos de corpos de mulheres. O mesmo não acontece com a Victoria's Secret, que tem sido bastante criticada ao longo dos últimos anos pelas escolhas das modelos e os tamanhos que vestem — na opinião dos críticos, a marca americana não dá voz à chamada mulher real.

Um dos exemplos mais evidentes disso mesmo é o espetáculo anual da marca que, este ano, acabou mesmo por ser cancelado. O evento tinha como objetivo divulgar, não só as novas coleções de lingerie e roupa de dormir, mas também dar a conhecer as modelos de sonho com quem trabalhavam — as chamadas “Angel”.

A tentativa de inclusão de novos corpos na Victoria's Secret começou no início deste ano com a contratação de Barbara Palvin que, apesar de não ser uma modelo plus size, tem um corpo mais curvilíneo do que as habituais “Angels”. Em agosto, a marca chama a atenção novamente ao anunciar a contratação da primeira modelo transgénero, Valentina Sampaio.

Agora, chegou a vez de contratar oficialmente a primeira modelo plus size, graças a uma parceria com a britânica Bluebella. Foi a própria modelo Ali Cutler quem partilhou a novidade através do Instagram: “Estou bastante contente por trabalhar com uma marca que idolatrei quando era criança. Um grande passo em direção à inclusão de diferentes tipos de corpos”.

Ali Tate-Cutler é a primeira modelo plus size a colaborar com a Victoria’s Secret

Em entrevista à "E! News", a modelo americana revelou que é a primeira mulher tamanho 46 a trabalhar com a marca e que este é o tamanho que a maioria das mulheres americanas vestem. Por isso mesmo, continua, este deveria estar mais representado nos media e na moda em geral. Ali explicou ainda que não é uma “Angel” pois foi contratada pela Bluebella, e que não sabe qual será o seu futuro com a Victoria's Secret após esta campanha.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.