Helen Sherman tem 56 anos e foi a primeira britânica a ir ao espaço, numa viagem até à estação espacial soviética Mir, em maio de 1991. Hoje trabalha como locutora de rádio de programas de ciência e apresentadora de televisão, mas, numa entrevista ao "The Guardian", afirma que existem aliens e que podem até já estar na Terra, entre nós, mas que simplesmente não os conseguimos ver.

"Os aliens existem, não há como negar. Deve haver imensas formas de vida diferentes entre biliões de estrelas no universo", disse Helen.

Helen é formada em química e trabalha para o Imperial College, em Londres. "Os aliens podem não ser feitos de carbono e nitrogénio, como os humanos, por isso é possível que estejam entre nós agora e que não os consigamos ver", explicou. 

Mãe cria cintos personalizados para crianças com deficiência
Mãe cria cintos personalizados para crianças com deficiência
Ver artigo

Na entrevista, a astronauta também referiu que se sente triste quando se referem a ela como a primeira mulher britânica no espaço, em vez de apenas a primeira britânica no espaço. "É como se essa informação fosse importante, caso contrário acharíamos que tinha sido um homem", confessa Helen, e continua: "Quando Tim Peake foi ao espaço, algumas pessoas esqueceram-se de mim. Um homem ir primeiro é a norma, por isso eu estou muito contente por a ter contrariado".

Helen contou ainda que a experiência de estar no espaço ensinou-lhe que o importante são as pessoas e não os bens materiais. "Nunca pensei nos bens materiais que tinha deixado para trás. Quando sobrevoávamos algumas partes do globo, pensava sempre nas pessoas que mais sentia saudades".

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.