A diretora de saúde pública do Canadá, Theresa Tam, fez um apelo esta quarta-feira, 2 de setembro, que está a deixar o mundo incrédulo. De acordo com a diretora, aqueles que fazem sexo com um parceiro que está em risco ou fora de casa devem "deixar de beijar e evitar contacto ou proximidade cara a cara (e) considerar o uso de uma máscara que cubra o nariz e a boca", disse em comunicado.

A diretora da DGS do Canadá reconhece que as relações sexuais podem ser complicadas "na época da COVID-19, especialmente para aqueles sem um parceiro íntimo na sua casa ou cujo parceiro sexual está em maior risco para a COVID-19". Theresa Tam acrescenta que "a actividade sexual de menor risco durante a COVID-19 envolve estar sozinho", mas caso essa não seja uma opção, a responsável pela saúde do país norte-americano deixa algumas recomendações para reduzir os riscos.

COVID-19. 50 trabalhadores do Santuário de Fátima em risco de perder o emprego
COVID-19. 50 trabalhadores do Santuário de Fátima em risco de perder o emprego
Ver artigo

Além do uso de máscara e evitar beijos e contacto próximo, as diretrizes para as relações sexuais referem ainda que se deve: "Limitar o consumo de álcool e outras substâncias para que você e o seu parceiro estejam aptos a tomar decisões conscientes" e "estar alerta para o facto de você ou o seu parceiro terem maior risco de contaminação com COVID-19", que incluem fatores como um sistema imunitário deficitário ou obesidade.

Do comunicado, publicado na página do Governo do Canadá, a diretora de saúde pública Theresa Tam passou para o Twitter onde destacou em cinco pontos aquilo desenvolveu no documento.

Entre estes destaca que a chave para relacionamentos com novos parceiros é "uma relação de confiança", e não deixa de relembrar a importância de "praticar sexo seguro (por exemplo, usar preservativos, conhecer o seu estado e o do seu parceiro relativamente a doenças sexualmente transmissíveis (DSTs))". Apesar de aconselhar o uso de preservativo, nota que há uma "probabilidade muito baixa" de transmissão do novo coronavírus através do sémen ou fluidos vaginais. 

Perante as recomendações, surgiram alguns comentários na conta oficial de Theresa Tam, num dos quais pode ler-se "está a falar a sério!?", indigna-se outra utilizadora, e outro diz em tom de brincadeira: "Pessoas casadas não precisam de se preocupar já que normalmente não têm sexo".

O número de casos de COVID-19 no Canadá aumentou esta quarta-feira para 129.705, e até ao momento foram registadas 9.171 mortes.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.