O plástico não está apenas dentro dos animais como temos visto em várias da imagens virais que circulam na internet. O lixo passou a ser tão familiar para muitos animais que alguns até fazem deste material a sua casa.

É isso que tem estado a acontecer com vários caranguejos eremitas — crustáceos de abdómen mole, que usam conchas abandonadas de caracóis do mar para proteger essa parte do corpo. De acordo com uma investigação publicada esta terça-feira, 3 de novembro, e liderada pelo Instituto de Estudos Marinhos e Antárticos da Universidade da Tasmânia (IMAS), o plástico do oceanos tem sido usado como proteção pelos caranguejos eremitas. 

E isto é muito grave: o plástico já levou a mais de meio milhão de mortes destes crustáceos.

O estudo revela mais números: mais de 500 mil caranguejos eremitas foram encontrados presos a materiais de plástico e outros detritos nas Ilhas Cocos, no Oceano Índico, e outros 61 mil na Ilha Henderson, no Pacífico — duas ilhas onde a poluição de plástico é elevada.

"Quando estávamos a examinar os detritos nas ilhas, fiquei impressionada com a quantidade de recipientes de plástico abertos que continham caranguejos eremitas, mortos e vivos", disse Jennifer Lavers, a investigadora do IMAS que esteve à frente do estudo.

Este número é ainda mais significativo pelo facto de cada morte atrair outras. Isto porque quando um caranguejo eremita morre, liberta um sinal químico como forma de indicar que a casa que ocupava está disponível.

Tendo em conta que essa proteção foi o que o fez morrer, outro crustáceo que use a mesma casa também não sobrevive àquele material, tornando-se num ciclo mortífero, de acordo com Alex Bond, um dos autores do estudo e investigador do Museu de História Natural de Londres.

Estes materiais representam ainda um perigo para os caranguejos eremitas pelo facto de criarem uma barreira física que não os deixa circular, acabando por ser uma armadilha para estes seres vivos.

Crónica. Não vai conseguir acabar com o plástico da noite para o dia, ok?
Crónica. Não vai conseguir acabar com o plástico da noite para o dia, ok?
Ver artigo

"Todos precisamos de considerar as nossas ações, especialmente em relação à compra de plástico de uso único, que temos provado repetidamente ter um custo imenso", alerta o investigador Bond na página do Museu de História Natural de Londres.

De acordo com Jennifer Lavers, este é o primeiro estudo a dar conta de mortes de caranguejos eremita devido ao plástico, mas os investigadores estimam que seja um cenário global ainda desconhecido.

"Os caranguejos eremitas desempenham um papel crucial na saúde dos ambientes tropicais, arejando e fertilizando o solo, dispersando sementes e removendo detritos, além de serem uma parte essencial do ecossistema marinho", conclui a investigadora, fazendo notar a importância destes seres vivos para o planeta.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.