A noite de sexta-feira, 12 de novembro, deveria ter sido de festa para Christy Giles. A modelo e aspirante a atriz americana tinha acabado de celebrar 24 anos e a noite seria de música e festa. Na tarde de sábado, no entanto, foi encontrada sem vida às portas de um hospital na Califórnia, nos EUA. Duas horas depois, uma das suas amigas, Hilda Marcela Cabrales-Arzola, 26 anos, foi encontrada em estado crítico às portas de outro hospital.

Ainda que o caso tenha acontecido há uma semana, só agora começou a ter a atenção da imprensa internacional. As autoridades suspeitam de que terá havido ação criminosa e dizem que há a probabilidade de a modelo ter sofrido uma overdose acidental e fatal. Está a ser investigada a possibilidade de ter havido agressão sexual.

Revelada causa da morte de manequim de 24 anos. Jovem tinha problema congénito
Revelada causa da morte de manequim de 24 anos. Jovem tinha problema congénito
Ver artigo

Jan Cilliers, marido de Giles, não estava com a companheira no momento do sucedido. Embora afirme que estava no planos de Giles e da sua amiga frequentar uma after party que se prolongaria pela madrugada adentro, as jovens nunca "terão lá chegado", explicou Cilliers em declarações à NBC.

Neste momento, a tese de maior relevo é que tanto Giles como Cabrales-Arzola terão entrado num carro para ir a uma festa. "O que estamos a assumir é que elas terão entrado num carro com quem iria, também para a mesma festa", diz. No carro terá estado um grupo de homens.

Esta informação ainda não foi confirmada, embora Jan Cilliers diga haver imagens das câmaras de videovigilância que mostram um grupo de homens a deixar a Giles à porta do hospital. Nesta fase, desconhece-se se estes homens serão os mesmos que estariam no carro no qual as duas jovens entraram.

Na opinião do marido, Christy Giles e a sua amiga, que neste momento continua em estado crítico e a lutar pela vida, terão sido vítimas de predadores sexuais.

As análises feitas a Hilda Marcela Cabrales-Arzola revelaram a presença de heroína, mas Jan Cilliers diz que nenhuma das jovens consumia drogas. "Foi encontrada heroína no sangue da Marcela. Isto é algo que nenhuma das duas alguma vez consumiria de forma voluntária", garantiu em declarações à ABC7 News.

As autoridades continuam a investigar o caso.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.