Quem é Vladimir Putin? Pouco ou nada sabemos sobre a vida pessoal do presidente russo, nem sequer o seu atual estado civil (a atual companheira será a ex-ginasta olímpica Alina Kabaeva, e estará a viver, juntamente com os quatro filhos, na Suíça). O que sabemos, em março de 2022, é que este é o homem responsável pela guerra que, há duas semanas, assola a Ucrânia e que já provocou o êxodo de mais de dois milhões de pessoas.

Putin completa 70 anos a 7 de outubro. Em maio, fará 10 anos na presidência da Rússia, cargo que já ocupou anteriormente, entre 2000 e 2008. Apesar de, em 2024, os russos irem às urnas, o atual presidente fez passar uma lei em 2021 que lhe permite, caso seja eleito, permanecer no poder até 2036. Uma eternização num lugar de poder excecional (só comparável com o de presidente dos Estados Unidos) que coincide, metafórica e esteticamente, com um rosto que parece parado no tempo. Até rejuvenescido.

Há vários anos que se especula que o presidente russo se submete a intervenções estéticas não havendo, claro, nenhum tipo de confirmação fidedigna que permita atestar as mesmas. Mas as imagens falam por si e, nos últimos 10 anos, Vladimir Putin pode ter envelhecido no bilhete de identidade mas não na cara.

Conheça Alina Kabaeva, a alegada amante (e mãe de 4 filhos) de Putin que está escondida na Suíça
Conheça Alina Kabaeva, a alegada amante (e mãe de 4 filhos) de Putin que está escondida na Suíça
Ver artigo

O cirurgião plástico britânico Gerard Lambe afirma ao "The Sun" que é inegável que o político já se submeteu a vários procedimentos estéticos, entre os quais botox e preenchimento das maçãs do rosto (possivelmente com ácido hialurónico). "O contorno da cara de Putin mudou visivelmente ao longo dos anos. O que acontece normalmente com a passagem do tempo é que o nosso rosto se vai alongando. E o dele está mais largo e inchado. Isto dever-se-á ao preenchimento das maçãs do rosto", argumenta Gerard Lambe.

O cirurgião plástico considera também a hipótese de o líder russo ter feito um lifting ao pescoço e uma blefaroplastia (cirurgia às pálpebras que elimina os sinais de envelhecimento através da remoção de excesso de pele e músculo bem como o tecido adiposo subjacente). Estas conjeturas são de 2022, mas já em 2011 o "The Guardian" especulava sobre o tema quando, em 2010, Putin surgiu numa reunião em Kiev com um hematoma no olho. O seu porta-voz na altura disse, como relatava a BBC, que o então primeiro-ministro russo teria dado uma queda mas, na então livre blogosfera russa, especulava-se que Putin teria seguido os passos de Berlusconi (que se submeteu a várias cirurgias plásticas de rejuvenescimento).

Em 2012, num artigo sobre a mudança dos rostos de vários políticos, o cirurgião plástico norte-americano David A. Hidalgo admitia à "Vanity Fair" que botox e preenchimento com ácido hialurónico podiam ser hipóteses mas teria dúvidas de que Vladimir Putin se tivesse submetido a uma cirurgia plástica mais invasiva. "Nunca conheço nenhum bom cirurgião plástico russo. Muitas raparigas chegam aqui com resultados horríveis que temos de corrigir. Além disso, ele não me parece tipo de pessoa que vá deixar alguém pô-lo a dormir", explicava o médico, referindo-se à anestesia que é necessário administrar em procedimentos como, por exemplo, uma blefaroplastia.

Veja como mudou o rosto de Putin de 2012 até 2022

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.