Um casal norte-americano, casado há 53 anos, morreu apenas com minutos de diferença da doença causada pelo novo coronavírus. A história foi dada a conhecer pelo filho do casal, Tim Tarpley, que explicou à “CBS” que os pais foram diagnosticados com a COVID-19 no início do mês de junho. Curtis e Betty Tarpley tinham 80 e 79, respetivamente.

O casal passou os últimos dias num hospital no estado do Texas e o filho explicou que, quando morreram, estavam de mãos dadas no mesmo quarto – cortesia de um profissional de saúde chamado Blake. “Os meus pais são apenas pessoas normais, mas agora o mundo vai poder conhecer a sua história”, afirmou Tim.

Segundo o próprio, a mãe foi a primeira a ser internada, seguida do pai, e foi mesmo a progenitora que ligou ao filho a explicar que tinha chegado a sua vez de partir. “A minha mãe ligou-me e disse: ‘Olá, só queria que soubesses que estou pronta para partir’. Eu gritei e gritei e pensei que se falasse com ela poderia inspirá-la a viver”. Momentos a seguir, foi a vez do pai lhe ligar e perguntar pela mãe – ainda que estivessem no mesmo hospital estavam em pisos separados.

Nem a cama de hospital separa este casal italiano que celebra as bodas de ouro de mãos dadas
Nem a cama de hospital separa este casal italiano que celebra as bodas de ouro de mãos dadas
Ver artigo

“Ele disse: ‘Como está a tua mãe?’. E eu disse: ‘Não está muito bem. Ela pode não passar de amanhã’. E, naquele momento, sabendo que a minha mãe estava pronta para ir, ele também ficou pronto”. E foi assim que Blake, um profissional de saúde que trabalhava no hospital, juntou o casal.

“Era um médico ou enfermeiro chamado Blake. É tudo o que sei sobre ele”, disse Tim Tarpley. “Ele esforçou-se realmente e fez de tudo para que a minha mãe conseguisse mudar de quarto para junto do meu pai. Depois eles colocaram as mãos deles perto uma da outra e os meus pais deram as mãos de seguida. E foi assim que partiram”.

O filho do casal não consegue deixar de agradecer ao profissional de saúde que permitiu que isto acontecesse, e saúda todos aqueles que estão a trabalhar durante este período mais complicado. “Existem tantos outros heróis invisíveis que gostam de ajudar a facilitar o fim das pessoas”.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.