Sandra, 71 anos, e Giancarlo, 73, estão hospitalizados nos cuidados intensivos do hospital de Murri, em Itália, devido à Covid-19. O vírus apanhou o casal de surpresa mas nem por isso deixaram de celebrar os 50 anos de casamento.

Foi a enfermeira Roberta Ferretti quem pensou que a data não podia passar despercebida e devia ser celebrada apesar das condições adversas. Como estava a trabalhar no dia das bodas de ouro, decidiu levar corações de chocolate que tinha em casa. No início do internamento o casal estava separado, mas a equipa do hospital acabou por juntá-los para passarem o momento juntos.

"Entro com meus colegas, a quem tinha avisado da surpresa, começámos a juntar as camas, vestimos as roupas de casamento e ajudámos a manter o coração de uma emoção única", diz a enfermeira numa publicação de Facebook que se tornou viral — com 3,8 mil gostos e mil partilhas — na qual partilha as fotografias do momento.

Foi tocada a música da marcha nupcial para dar inicio ao momento e seguiu-se ainda com um pequeno bolo de vela apagada, "porque obviamente não se pode acender uma chama perto do oxigénio", explica a enfermeira ao jornal "ABC". Durante todo este aparato o casal, de mãos dadas, recebia o carinho um do outro proporcionado pela equipa do hospital.

"Foi um momento incrível e bonito, são esses minutos que nos pagam os sacrifícios destes dias", diz Roberta Ferretti que acrescenta que o gesto não só alegrou, como emocionou o casal.

"A senhora estava a chorar, ficou muito feliz, e o marido falou da esposa apaixonada. As lágrimas caem dos olhos, tudo fica turvo e não se consegue ver nada, mas pude sentir o gosto do amor apesar do contexto", continua a enfermeira no Facebook.

Casal casou-se no telhado depois de cancelar a cerimónia com 200 convidados. Veja as fotos
Casal casou-se no telhado depois de cancelar a cerimónia com 200 convidados. Veja as fotos
Ver artigo

Os filhos do casal, Gianluca e Andrea, receberam as fotos do momento e agradeceram o gesto dos médicos e enfermeiros: "Recebemos um presente fantástico. Os nossos pais nasceram para ficar juntos", disseram segundo o "ABC".

No dia da celebração, 10 de abril, o casal ainda estava nos cuidados intensivos, mas a 13 de abril o regresso a casa estaria para breve, de acordo com o mesmo jornal.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.