A retalhista de videojogos americana GameStop — extremamente afetada pela pandemia (está previsto o encerramento de 450 espaços este ano) — disparou na bolsa e as suas acções são agora das "mais quentes", provocando perdas de milhares de milhões aos lobos de Wall Street. Como é que isto é possível?

É nesse acontecimento que está a história de "vingança", que já é apelidada de "revolução de Wall Street", sendo até comparada à batalha de David e Golias. Tudo começou no Reddit: neste fórum, um exército de pequenos investidores amadores, reunido no grupo WallStreetBets, enfrentou os magos do mercado da bolsa e fez frente aos "hedge funds", os grandes fundos de investimento.

Compraram uma avalanche de acções da GameStop, valorizando-as e criando um efeito de "short squeeze" ao fazer com que investidores que apostaram em shortselling perdessem milhares de milhões de dólares. No fundo, os grandes especulavam sobre a descida destas acções, e os pequenos criaram o fluxo inverso: fizeram-nas crescer. 

Confuso? Vamos por partes. Nada como começar pelos conceitos básicos. O mais importante para perceber o acontecimento é entender o que é isto do shortselling.

O que é o shortselling?

O "The Guardian" dá um exemplo prático: suponhamos que tem um livro que trouxe emprestado da biblioteca. Vende-o por 10€ no eBay, encontrando depois alguém que está a vender uma cópia desse livro por 6€. Compra, devolve o livro à biblioteca, e fica com um lucro de 4€.

Isto é fazer shortselling. A táctica é arriscada, porque parte-se do pressuposto que se consegue encontrar um substituto mais barato. Mas e se o livro valorizasse depois de vendido e só conseguisse encontrar um substituto por 100€?

Basicamente, foi isso que aconteceu com a GameStop, com a ajuda do tal exército do Reddit, que comprou acções para valorizá-las e prejudicar estes "hedge funds". As acções valorizaram e aqueles que fizeram o shortselling ficaram a perder em muito, muito dinheiro.

Foi o caso da Melvin Capital Management, uma empresa americana de gestão de investimento, que estava a fazer o shortselling das acções da GameStop — foi isto que despertou a atenção dos utilizadores do Reddit. Entretanto, decidiu fechar a sua posição na GameStop.

Nega os rumores de falência, mas não revela quanto dinheiro perdeu na operação. No Reddit, apontam-se para perdas de muitos milhares de milhões de dólares para os fundos que apostaram na desvalorização da GameStop. A Citron Capital foi outra das que perdeu muito com este shortselling, assumindo, contrariamente à Melvin, perdas de 100% no valor investido. 

No início de janeiro,  a GameStop transacionava diariamente cerca de seis milhões de acções e cotava 19 dólares por cada acção, diz o jornal "Expresso". Na quarta-feira, encerrou perto dos 350 dólares e a quota no "pré-market" junto dos 450 dólares por acção.

“A Gamestop tem quase de 70 milhões de ações em circulação em bolsa e negociou ontem mais de 93 milhões de ações, ou seja, mais de 1,3 vezes o capital da empresa em bolsa mudaram de mãos”, disse ao mesmo jornal, Paulo Rosa, economista sénior do Banco Carregosa.

Embora, as perdas sejam monumentais para quem fez shortselling destas acções, há quem esteja a lucrar. É o caso da BlackRock, a maior gestora de ativos do mundo, que tinha 9,2 milhões de acções da GameStop no final de dezembro. Portanto, se ainda as detiver, elas valem mais três mil milhões de dólares desde quarta-feira. Donald Foss, fundador e ex-CEO da Credit Acceptance Corp, também é um dos que lucrou com este castigo aos grandes de Wall Street: em dezembro, comprou 5% da GameStop por cerca de 12 milhões de dólares. Essas acções valem agora 500 milhões de dólares.

A batalha entre os pequenos investidores e os grandes fundos de investimento

Mas o escândalo já nem diz só respeito à GamesSop. A coisa escalou de tal forma, que, em poucos dias, o grupo no Reddit cresceu em mais de um milhão o número de utilizadores (eram 2,8 e agora são 4,3), com o número de pessoas a anunciar que vai investir a subir de 60 mil para 316 mil, diz o "Financial Times".

O fenómeno já começou a espalhar-se a outras empresas de Wall Street, sendo descrita uma batalha sem tréguas entre pequenos investidores amadores e grandes fundos de investimento e hegde funds. As opções mais negociadas agora, além da Famestop, são a Nókia, a Palantir e a Blackberry. 

Na quarta-feira, 27 de janeiro, mais de 24 milhões de acções trocaram de mãos, fenómeno que reflete a batalha frenética entre os pequenos investidores amadores e os grandes fundos de investimento. O volume de negociação é o mais alto de sempre, ultrapassando o recorde da crise financeira de 2008.

Entretanto, o SEC, uma espécie de polícia que protege os investidores norte-americanos, já se mostrou preocupada com o problema. Também a Casa Branca está atenta ao sucedido.

O acontecimento parece ser demonstrativa de uma alteração do paradigma no universo da bolsa. “Para alguns, os recentes acontecimentos refletem uma mudança fundamental de poder que dá aos pequenos investidores grande influência nos resultados do mercado. A principal razão é a ampla liquidez, plataformas de coordenação (como a Reddit) e interfaces de investimento muito acessíveis e de baixo custo (como a Robinhood). É um efeito de cauda a ‘abanar o cão’ com efeitos que perduram em termos de mudanças da estrutura do mercado,” escreveu Mohamed A. El-Erian, cronista da Bloomberg.

É uma "revolução de cima para baixo", que tem as redes sociais como mola, considerou Alexis Ohanian, fundador do Reddit, em entrevista à CNBC.  “Não acredito que possamos regressar ao mundo como ele era porque penso que estas comunidades [são] um subproduto da internet. Seja numa plataforma ou noutra, este é o novo normal."

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.