Silvio Trarbach Stein, um funcionário da Secretaria de Obras de Domingos Martins de 39 anos, foi assassinado no passado dia 16 de outubro, em casa, depois de um convívio com um casal amigo. Segundo a polícia, a motivação do crime teve relação com o canto de um pássaro que a vítima acreditava ser um “sinal da morte”.

Os suspeitos são um homem de 35 anos e uma mulher de 23 anos e foram detidos dois dias depois, após terem confessado o crime. O casal, que tinha por hábito o consumo de drogas com Silvio, afirma ter estado numa festa em casa da vítima e de estarem sob o efeito de cocaína e crack.

Brasil em choque. Pai vai almoçar a casa e encontra as filhas mortas debaixo do cobertor — mãe já confessou o crime
Brasil em choque. Pai vai almoçar a casa e encontra as filhas mortas debaixo do cobertor — mãe já confessou o crime
Ver artigo

Durante o convívio, Silvio terá ouvido o canto de um pássaro e comentado que, quando a ave cantava, era um sinal de que alguém iria morrer. O homem do casal encarou o comentário como uma ameaça, decidindo por isso fazer um golpe mata-leão à vítima. Com Silvio inconsciente, o casal amarrou-lhe os pés e ateou fogo à casa. Silvio acabaria por morrer carbonizado.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados para combater o incêndio. Depois de o fogo ter sido extinto, a Polícia Civil foi chamada ao local, onde encontrou o corpo do homem. Os suspeitos estão agora acusados de homicídio qualificado.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.