Há gestos românticos e gestos românticos. O levar o pequeno-almoço à cama, o comprar o doce preferido são alguns deles. Mas nada disto é comparável ao que Courtney Lee Johnson viu num voo comercial. “Isto sim, é amor”, comentou.

O empresário partilhou uma fotografia no Twitter de um homem em pé num avião. Alegadamente, o homem esteve seis horas de pé para que a sua mulher pudesse dormir nos três assentos do avião.

“Este homem esteve de pé seis horas para que a mulher pudesse dormir. Isto sim, é amor”, escreveu juntamente com a imagem do homem.

O homem terá ficado seis horas em pé num voo

A partilha conta com mais de 15 mil likes e centenas de comentários – mas nem todos com a mesma opinião de Lee Johnson. Enquanto que uns olharam para o gesto como romântico outros acreditam tratar-se de um comportamento egoísta da parte da mulher.

Mulher é impedida de entrar no avião por usar crop top
Mulher é impedida de entrar no avião por usar crop top
Ver artigo

“Nunca estive assim tão apaixonado… Mal posso esperar para estar tão apaixonado para poder sequer considerar essa opção”, escreveu um utilizador. “Isto não é amor é exploração. Ela podia simplesmente repousar a cabeça no colo dele. Muito arrogante”, escreveu outro.

Outro utilizador vai mais longe e admite que o marido era capaz de ter este gesto, mas que ela nunca o aceitaria. “Não vou julgar o casamento deles. O meu marido é o tipo de homem que faria isto por mim. Mas eu não sou o tipo de mulher que lhe peça isto”; escreveu.

A identidade do homem e da mulher continuam, por agora, desconhecidas.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.