Kayla Barroca, de 22 anos, é lusodescendente com raízes em Vila Verde, distrito de Braga, e acabou de se formar com o título de melhor aluna do curso de enfermagem da Universidade de Fairfield, nos Estados Unidos. Agora, quer exercer numa unidade de cuidados intensivos em Nova Iorque.

A jovem concluiu os estudos numa das universidades mais conceituadas daqueles país, no estado de Connecticut. O interesse pela área da saúde surgiu depois de ver o trabalho de várias enfermeiras junto do seu avô, que lutou contra um cancro, segundo noticiou o jornal "O Minho".

Pela primeira vez no mundo, estudantes recebem diploma através de um robô
Pela primeira vez no mundo, estudantes recebem diploma através de um robô
Ver artigo

Kayla pretende agora exercer a profissão numa unidade de cuidados intensivos, em Long Island, no estado de Nova Iorque. O que inspira a jovem é o cuidar das pessoas, ensinamento que traz do seu seio familiar. A mãe, Zinha Barroca, é natural de Escariz São Mamede, concelho de Vila Verde, e o pai é de Quintãs, em Aveiro.

A filha do casal português tem ainda um mestrado em ciências pela Marion Peckam Egan School of Nursing and Health Studies, também em Fairfield. Ali foi distinguida no quadro de honra da instituição e também recebeu um prémio dirigido a estudantes de enfermagem, o “Scholastic Achievement Award for Nursing”. Enquanto isto, aproveitou para fazer um curso de verão, em 2018, na Florence University of the Artes, em Florença, Itália

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.