Rayan tem 5 anos e na passada terça-feira, 1 de fevereiro, caiu num poço com 32 metros de profundidade, estreito e de difícil acesso, localizado na aldeia de Ighran, na província de Chefchaouen, em Marrocos. Desde esse dia, dezenas de elementos da Proteção Civil marroquina estão a tentar salvar a criança e vão já no terceiro dia consecutivo de escavações.

O menino terá caído no poço enquanto estava a brincar e, apesar da altura elevada, as imagens captadas por uma câmara que fizeram chegar ao interior do poço mostram que Rayan está vivo e consciente, apresentando apenas alguns ferimentos ligeiros na cabeça. "Rezo e peço a Deus que ele saia daquele poço vivo e seguro. Por favor, meu Deus, alivia a minha dor e a dele, naquele buraco de pó", disse a mãe, Wassima Kharchich, à televisão local 2M, citada pelo jornal "The Guardian".

Cão salva alpinista ferido ao mantê-lo quente durante 13 horas
Cão salva alpinista ferido ao mantê-lo quente durante 13 horas
Ver artigo

Neste momento, as equipas de resgate, lideradas pela Proteção Civil de Marrocos, recorreram já a cinco escavadoras e estão a cavar um túnel paralelo ao poço. Até ao momento, foram perfurados cerca de 19 metros.

Esta quinta-feira, 3, os socorristas disseram ter conseguido fazer chegar oxigénio e água à criança e receberam uma resposta da sua parte. "Consegui comunicar com a criança e perguntei se ela me conseguia ouvir. Houve uma resposta. Esperei um minuto e vi que ele começou a usar o oxigénio", disse Imad Fahmy, voluntário do Crescente Vermelho, à 2M, citado pelo mesmo jornal.

O caso está a mobilizar a atenção do país, que tem acompanhado os desenvolvimentos através do meios de comunicação social e das redes sociais, onde foi criada a o hashtag "salvar o Rayan".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.