O melhor de viajar, é ir á descoberta. Não só pelo fator surpresa mas principalmente porque, quando as expetativas são grandes, maiores podem ser as deceções.

Que o diga quem já foi ao Louvre a pensar na Monalisa. O quadro pintado por Leonardo Da Vinci em 1503 é uma das obras de arte mais famosas do mundo, mas também aquela que mais desilude quem vai a Paris a pensar numa grande surpresa.

Segundo um inquérito feito pela EasyJet a mais de 2 mil pessoas, citado pelo jornal britânico "The Independent", esta sexta-feira, 26 de abril, a Mona Lisa é a atração turística mais dececionante do mundo para cerca de 86% dos turistas britânicos.

Uma batata gigante nos Estados Unidos transformou-se num Airbnb
Uma batata gigante nos Estados Unidos transformou-se num Airbnb
Ver artigo

O quadro, também conhecido como Gioconda, é o líder do top 10 das atrações turísticas mais dececionantes do mundo. Mas não é caso único em França. O próprio Museu do Louvre faz parte desta lista de locais mais dececionantes a visitar.

A França torna-se no país dete top 10 com um maior número de atrações turísticas dececionantes, uma vez que ao Museu e ao quadro da Monalisa se juntam ainda o Moulin Rouge e a Torre Eiffel.

Mas logo a seguir ao quadro de Leonardo Da Vinci na classificação, está o CheckpointCharlie, na Alemanha, com 84%, o famoso posto militar dos Aliados durante a Guerra Fria.

Marrocos. Cabras que trepam árvores podem fazer parte de esquema para enganar turistas
Marrocos. Cabras que trepam árvores podem fazer parte de esquema para enganar turistas
Ver artigo

A fechar o top 3 desta lista da EasyJet, com 80% dos votos, está o Manneken Pis, na Bélgica. Um dos símbolos do país, a estátua de um rapaz a urinar para a fonte é conhecida pelo seu vasto guarda-roupa. A tradição passa por dar-lhe um novo disfarça a cada dia festivo. E já lá vão mais de 900.

Nesta lista também se encontram monumentos como a Fontana di Trevi e a Torre de Pisa, em Itália, ou a Estátua da Pequena Sereia, na Dinamarca.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.