Na última corrida, o californiano Lenny Maughan percorreu uma distância de cerca de 46 quilómetros. Outros números juntam-se ao trajeto: manteve um ritmo de 12 minutos e 44 segundos por quilómetro, uma altitude de 1.089 metros e gastou um total de 3.937 calorias.

Mas não é o gasto calórico a principal motivação de Lenny. É a arte. Isto porque o corredor desenha figuras através dos percursos que previamente planeia. Mas não precisa de pincéis, tintas ou canetas — bastam-lhe as pernas e os pés. A última corrida (e obra) demorou mais de seis horas e o resultado do caminho percorrido foi o retrato de Frida Kahlo.

As fotografias deste percurso foram partilhas na rede social de fitness Strava, onde o corredor mostra as suas várias conquistas (como a corrida The Last Mile — Big Sur, em abril), partilhando também os desenhos que forma em cada trajeto. Exemplos: um coração, uma nave estrelar ficcional Enterprise e ainda o símbolo do Batman.

O desenho de Frida Kahlo, o mais recente itinerário que se transformou em arte, contribui para o objetivo do corredor que é criar imagens que qualquer um possa reconhecer. As redes sociais ajudam os resultados de Lenny a tornarem-se virais, bem como a manter a motivação nas corridas.

No total, Lenny tem já 53 trabalhos de "arte de corrida". A primeira criação foi o gesto da saudação vulcânica da série televisiva "Star Trek", inspirado na morte de Leonard Nimoy que protagonizava Spock. Ao "The Guardian", o corredor conta a forma como surgiu este desenho: "Acabei de imprimir um mapa de papel e desenhei a forma de uma mão ao longo da Market Street. Os outros dedos, o polegar e o pulso vieram com muita facilidade."

Outros percursos que mostram a forma da Califórnia ou a mão do guitarrista Jerry Garcia relacionam-se com o apego de Lenny a São Francisco, cidade onde viveu mais de 20 anos.

Veja alguns exemplos do trabalho de Lenny Maughan.

Em criança Lenny Maughan estava sempre a desenhar, gosto que passou para a sua vida adulta, em especial para os trilhos de quilómetros. O planeamento de cada percurso começa com um papel e uma caneta e desenvolve-se traçando o trajeto com recurso a alta tecnologia, tal como refere ao jornal inglês.

O artista confessa ainda ao "The Guardian": "Esta é apenas uma maneira de tornar as ruas minhas." Se estiver de viagem por São Francisco, Califórnia, pode percorrer um dos percursos que Lenny partilha no Strava. A Frida Kahlo é para os corajosos que conseguem correr durante mais de seis horas.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.