Um pónei acabado de nascer caiu de um penhasco e acabou por morrer depois de um grupo de turistas se aglomerar para assistir ao nascimento da cria. A égua estava a dar à luz perto da beira do penhasco, e devido à aproximação das pessoas, que pretendiam assistir ao momento e tirar algumas fotos, o potro foi “forçado” a ir cada vez para mais perto da borda do penhasco.

O animal recém-nascido acabou por perder o equilíbrio, cair e morrer.

Incrível: Cão empurra a cadeira de rodas da dona e leva-a a passear por Salamanca. Veja o vídeo
Incrível: Cão empurra a cadeira de rodas da dona e leva-a a passear por Salamanca. Veja o vídeo
Ver artigo

“Todos querem tirar uma fotografia, mas não percebem o que estão a fazer, a quantidade de stresse que estão a colocar no animal”, disse Nicky Beynon, dono da quinta onde a situação aconteceu, à BBC. Afirma que as pessoas sobrecarregam os animais quando tentar tocar-lhes e tirar-lhes fotografias.

Após este incidente, admite que teve de levar todas as éguas para casa, para que pudessem dar à luz de forma mais segura. “A égua que perdeu o seu potro no penhasco é um tipo de égua bastante perspicaz e sensível. O potro tinha morrido cerca de meia hora antes de eu a encontrar e ela estava a ficar louca. Sabia que o potro tinha acabado de desaparecer”, confessou ainda.

Este não foi o único incidente no rancho de Nicky Beynon. No ano passado, 2022, foi obrigado a retirar três póneis do sítio onde se encontravam porque alguém estava a “brincar” com um drone apenas três metros acima dos animais. “Há pessoas a pilotar drones lá todos os dias, e essas coisas são capazes de filmar a centenas de metros de distância ou com lentes de zoom. Não há necessidade de tocar no cavalo ou chegar tão perto”, afirmou à BBC.

Ainda no ano passado, Nicky viu outros três póneis morrer devido a colisões com carros e a incidentes com visitantes. Também com as ovelhas o homem de 60 anos parece não ter grande sorte. Foi forçado a parar de ir pastá-las no local onde era habitual, devido a vários ataques de cães aos outros animais, onde uma acabou por morrer.

A National Coastwatch Institution, com sede no penhasco, diz que tem que emitir avisos diários para que as pessoas não se aproximem tanto dos póneis.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.