Depois de a polícia alemã avançar que teria encontrado cerca de oito mil fotografias de pornografia infantil —  tendo também encontrado fatos de banho de criança —, o programa "60 Minutos", do canal australiano 9news, revelou imagens daquele que terá sido o refúgio de Christian Brückner, onde terão sido encontradas as provas que permitiram ligar o alemão ao desaparecimento de Maddie — as mesmas que fazem as autoridades crer que se trata de um caso de homicídio.

O programa mostrou esta casa abandonada, que fica perto de uma fábrica desativada em Neuwegersleben, em colaboração com as autoridades alemãs, tendo sido possível observar também todo o material eletrónico que terá sido enterrado neste local, que se encontrava escondido junto a um cão morto.

Christian Brückner. É este o alemão suspeito de raptar e matar Maddie
Christian Brückner. É este o alemão suspeito de raptar e matar Maddie
Ver artigo

Foi através destes ficheiros que as autoridades alemãs ligaram Brückner ao caso de Madaleine McCann, que desapareceu em 2007, na Praia da Luz, em Portugal, sendo que há também suspeitas de que estejam nestes aparelhos eletrónicos as provas que levam as autoridades alemãs a crerem que a menina está morta.

Hans Christian Wolter, procurador alemão do caso, não confirmou se as autoridades têm na sua posse imagens de Madeleine. "Não posso negar nem confirmar que Madeleine McCann estava entre as crianças que apareciam nos ficheiros de pornografia infantil. De momento não podemos adiantar pormenores", disse, na entrevista ao canal australiano. 

Mas garante que tem provas de que Brückner terá assassinado a criança. "Temos provas concretas de que este suspeito matou a Madeleine e que ela está morta. Os pais já foram informados pela polícia alemã desta informação, mas não lhes foram revelados todos os detalhes."

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.