Uma criança ainda de fraldas apanhou a arma do pai e disparou-a enquanto a tinha apontada para si — o pior não aconteceu porque a pistola não estava carregada. O incidente aconteceu nos Estados Unidos, no estado do Indiana, e foi divulgado pelo programa norte-americano "On Patrol".

O vídeo, captado pelas câmeras de vigilância do prédio onde a criança — cuja idade não foi divulgada —vivia com o pai, mostra o menino fora do apartamento, no corredor, com a pistola na mão. Durante uns minutos, foi apontando a arma para todo o lado e para si mesmo, e o gatilho foi mesmo pressionado.

A arma ainda não estava carregada com balas, pelo que não chegou a disparar nem a ferir ninguém. Graças aos vizinhos, que viram o menino a brincar com a pistola, as autoridades foram chamadas para revistar o apartamento. Acabaram por encontrar um revólver de 9 milímetros e o pai do menor foi detido e pode mesmo vir a ser acusado de negligência infantil, segundo o "Daily Mail".

No seguimento do programa "On Patrol", as imagens ainda mostraram a polícia a conversar com o homem, que negava que a arma era sua. Por isso, descartou as culpas e depositou-as para cima de um primo que, alegadamente, morava consigo e a quem a arma pertencia.

Jovem de 26 anos foi morta a tiro num bar na véspera de Natal. Ninguém sabe porquê
Jovem de 26 anos foi morta a tiro num bar na véspera de Natal. Ninguém sabe porquê
Ver artigo

O homem ainda confessou que estava doente e que, acrescentando o facto de estar cansado por cuidar do filho, todos esses fatores devem ter feito com que se distraísse e deixasse que o menor brincasse com a arma. Ainda assim, os detalhes da condenação do pai estão por apurar, mas o menino voltou para a casa da mãe, com quem vivia a tempo inteiro, concluiu o jornal britânico.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.