A vida, a carreira e a polémica sobre a acusação de abuso sexual da filha adotiva, Dylan Farrow, em 1993, são alguns dos temas da entrevista que o realizador Woody Allen, de 85 anos, deu a Lee Cowan, um correspondente nacional da CBS News e membro da equipa do "Sunday Morning". A entrevista foi gravada em julho do ano passado após anos de silêncio e está disponível em exclusivo a partir deste domingo, 28 de março, no serviço de streaming norte-americano Paramount Plus — plataforma que está em expansão na Europa e cuja data de chegada a Portugal ainda não foi anunciada.

As 30 melhores séries na Netflix, HBO e Amazon
As 30 melhores séries na Netflix, HBO e Amazon
Ver artigo

A novidade não chega sozinha, uma vez que a entrevista faz-se acompanhar de mais dois conteúdos que completam a oferta “CBS Sunday Morning”: uma entrevista com a atriz Dylan Farrow, conduzida por Gayle King, em 2018, e um novo segmento de Erin Moriarty — atriz da série "The Boys" — que faz uma reflexão sobre o que acontece quando artistas são acusados ​​de atos moralmente questionáveis, segundo a "Variety".

A CBS News não revela mais detalhes sobre a entrevista, mas o alegado abuso sexual, que Allen sempre negou e pelo qual nunca chegou a ser acusado, é um tema incontornável que não só assombra a carreira do realizador há três décadas, como recentemente voltou a dar que falar a propósito do lançamento de um documentário da HBO, estreado a 22 de fevereiro.

"A entrevista, que aconteceu no verão passado durante um ciclo ativo de notícias, está agora a ser apresentada dado o interesse renovado na controvérsia que envolve o cineasta", disse a CBS News em comunicado.

Este interesse deve-se então ao documentário "Allen v. Farrow", com apenas quatro episódios, que contou com o testemunho da própria filha adotiva do realizador, Dylan Farrow, com 35 anos, já casada e mãe, e mostra ainda a investigação levada a cabo sobre o caso, bem como todo o julgamento. Enquanto no formato da HBO não houve qualquer palavra de Woody Allen, no novo exclusivo da Paramount Plus é-lhe dada a oportunidade de se pronunciar sobre os últimos 28 anos, durante os quais não deu entrevistas.

"O exclusivo da Paramount Plus oferece a capacidade de explorar Allen, a sua carreira, e as alegações no contexto e com a profundidade que esta história exige", avança a estação americana.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.