Cerca de 140 pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus na Madeira, isto após já terem sido vacinadas. Os dados foram confirmados pelo Serviço de Saúde da região autónoma (Sesaram) que fez questão de sublinhar que o procedimento mais eficaz para combater o vírus continua a ser a prevenção. De acordo com os dados, 132 pessoas foram infetadas após a toma da primeira dose e sete após a segunda dose.

Creches, pré-escolar, 1.º ciclo e cabeleireiros reabrem dia 15, cafés continuam fechados. Conheça as medidas de desconfinamento
Creches, pré-escolar, 1.º ciclo e cabeleireiros reabrem dia 15, cafés continuam fechados. Conheça as medidas de desconfinamento
Ver artigo

"Mesmo com a vacina, que é altamente eficaz, neste momento, aqui na Madeira, houve pessoas que já estavam vacinadas e adquiriram a doença, algumas delas com alguma gravidade", disse à Agência Lusa o diretor clínico do Sesaram, José Júlio Nóbrega, citado pelo jornal "Observador".  "Mesmo nas pessoas vacinadas, as medidas continuam sempre as mesmas: uso de máscara, distanciamento físico, lavagens das mãos. É a melhor coisa que podemos fazer para evitar a doença", alertou ainda José Júlio Nóbrega.

Na Madeira, o primeiro caso de COVID-19 foi confirmado a 16 de março de 2020 e atualmente o arquipélago regista 7.805 casos confirmados, 708 dos quais ativos, e 67 óbitos associados ao novo coronavírus.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.