Jovens com 18 anos ou mais vão ter de esperar mais alguns dias para poderem começar a agendar a toma da vacina contra a COVID-19. A informação é dada por uma fonte oficial da equipa de trabalhos responsável por aplicar o plano de vacinação ao jornal "Público", que diz que o agendamento para essa faixa etária só deverá abrir na próxima semana. E em vez de começar nos 20 anos, começará nos 18.

"A ideia, agora, é abrir o autoagendamento logo a partir dos 18 anos, em vez de ser apenas a partir dos 20. Todos ao mesmo tempo e na próxima semana", revelou fonte oficial em declarações ao mesmo jornal. A justificação para o adiamento tem que ver com o número reduzido de vacinas que têm chegado a Portugal e que, por isso, leva a equipa a assegurar, nesta fase, a administração das segundas doses em agendamentos já feitos ou previstos.

Discotecas podem reabrir para jovens aderirem à vacinação. "Parece-me uma falta de respeito"
Discotecas podem reabrir para jovens aderirem à vacinação. "Parece-me uma falta de respeito"
Ver artigo

E ainda que em alguns concelhos, em que a vacinação das camadas mais idosas da população já está mais avançada, já estejam a ser convocados jovens de 18 a 20 anos pelos centros de saúde para a vacinação, no autoagendamento a equipa de trabalhos quer "evitar uma corrida que leve a que se criem filas de espera", tal como já tinha feito saber Henrique Gouveia e Melo.

A notícia de que o autoagendamento para maiores de 18 anos abrirá na próxima semana surge na altura em que se sabe que, nas ultimas duas semanas, Portugal administrou 1.7 milhões de doses de vacinas. Para esta semana, a equipa de trabalhos prevê um ritmo superior a 100 mil doses por dia, embora espere uma quebra de ritmo na próxima.

No boletim epidemiológico divulgado esta terça-feira, 20 de julho, registaram-se mais quatro mortes e 2.706 novos casos de infeção por COVID-19 em Portugal.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.