Esta sexta-feira, 18 de junho, o desabamento de uma escola em construção na Antuérpia, Bélgica, deixou trabalhadores soterrados debaixo dos escombros. As últimas atualizações deste sábado, 19, dão conta de que o desabamento terá resultado na morte de cinco trabalhadores — três deles são portugueses.

PJ afasta intervenção de terceiros e negligência no desaparecimento de Noah
PJ afasta intervenção de terceiros e negligência no desaparecimento de Noah
Ver artigo

O desabamento terá acontecido pelas 14h30 (13h30 em Portugal) quando os funcionários da empresa Goorden Bouw en Service, responsável pela construção, instalavam fachadas no edifício. Aquando do colapso do edifício, os funcionários estavam dispostos em andaimes, confirmou o jornal Gazeta de Antuérpia, citado pelo "Público". Ao final de sábado, as buscas foram dadas como terminadas

No local estiveram várias equipas de bombeiros e cães para agilizar as buscas. Para o hospital foram encaminhados nove feridos: quatro em perigo de vida, outros quatro em estado grave e um ferido ligeiro.

Sabe-se que um deles já teve alta e que os feridos graves já não correm risco de vida, segundo adiantou a RTP, citando o porta-voz da polícia belga.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.