Se o preço dos combustíveis já estava caro, ainda mais vai ficar. Na próxima segunda-feira, 29 de agosto, haverá um novo aumento no preço da gasolina e gasóleo, com maior expressão neste último.

O gasóleo vai aumentar cerca de 0,11€, ou seja, ficará a 1,89€ a partir de segunda-feira (mais 0,20€ do preço registado antes da guerra na Ucrânia). Já a gasolina vai sofrer um aumento na ordem dos 0,05€, aumentando o valor final para 1,78€, ainda assim 0,04€ abaixo do valor pré guerra.

Inflação. Atingida a taxa mais alta em 30 anos — como vai mudar a nossa vida
Inflação. Atingida a taxa mais alta em 30 anos — como vai mudar a nossa vida
Ver artigo

Os 1,89€ para o gasóleo e os 1,78€ para a gasolina estão ligeiramente acima dos preços registados na quinta-feira, 25 de agosto, de 1,777€/litro e 1,778 €/litro, respetivamente, de acordo com dados da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG).

O aumento nos combustíveis deve-se à cotação da matéria-prima nos mercados internacionais e do efeito cambial, que já na segunda-feira passada, 22 de agosto, tinha levado a um outro aumento no preço dos combustíveis, tendo o gasóleo simples aumentado 0,05€ (algo que não acontecia há dois meses) — metade do previsto para a próxima segunda-feira, 29 — e a gasolina simples 95 subiu apenas 0,02€.

Os aumentos de preços acontecem depois de o índice Brent ter sido negociado acima dos 99 dólares na terça-feira, 23, valor acima dos 96 dólares da semana anterior. Tudo isto acontece ao mesmo tempo em que o euro tem vindo a desvalorizar face ao dólar, atingindo esta terça-feira o valor mais baixo dos últimos 20 anos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.