Clarisse Fernandes, de 49 anos, morreu esta quarta-feira, 9 de junho, ao tentar salvar um dos seus cachorros que caiu dentro de um poço com três metros de profundidade. O alerta foi dado às autoridades após o marido e um vizinho terem encontrado ambos dentro do poço, mas quando os Bombeiros de Cantanhede chegaram ao local, por volta das 22h30, já estavam ambos sem vida, segundo o "Correio da Manhã".

O marido, que teve de ser transportado para o hospital após encontrar a mulher e o cão, tinha estado nesse dia a cuidar dos animais com Clarisse num terreno em Enxofães, Cantanhede, próximo da habitação do casal. Ao regressarem, a mulher de 49 anos acabou por ficar para trás "a tratar de alguma coisa", relatam os vizinhos. Quando horas de depois o marido da vítima apercebeu-se da ausência, pediu ajuda a um vizinho para a encontrar.

Sabe-se que o poço, localizado no terreno de Enxofães, não tinha proteção, razão que poderá ter causado o incidente. A GRN, que também se deslocou ao local, já descartou a hipótese de crime.

Quem era Neno, o guarda-redes que sonhava ser cantor e idolatrava Julio Iglésias?
Quem era Neno, o guarda-redes que sonhava ser cantor e idolatrava Julio Iglésias?
Ver artigo

A mulher de 49 anos trabalhava no Centro Social de Murtede e deixa dois filhos, um deles menor. No Facebook, a instituição partilhou uma mensagem de pesar, recordando Clarisse como uma pessoa "sempre prestável, sempre de sorriso e braços abertos a receber as crianças, sempre alegre", pode ler-se na publicação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.