O fim de semana vai ser de sol e pouca chuva. Por isso, está na hora de tirar essas ideias da cabeça de o passar enfiado a casa, em frente à televisão e a comer bolachas. Para compensar, temos várias sugestões que prometem não o aborrecer — e uma delas passa por ir ao cinema ver o novo filme de terror que está a ser muito elogiado pela crítica.

Falamos de "O Homem Invisível" que, apesar de recriar uma personagem icónica do cinema de 1933, aqui surge com um toque mais moderno e atento àqueles que cada vez mais são os dilemas e as problemáticas do século XXI.

É que este homem invisível é, na verdade, o marido abusivo que quer atormentar a mulher que o julgava morto. Numa altura em que cada vez mais se fala da violência de género (que resultou na morte de 531 vítimas pelas mãos dos companheiros nos últimos 15 anos só em Portugal), nunca um filme destes fez tanto sentido.

Morreram mais duas mulheres vítimas de violência doméstica — e já são 35 as vítimas em 2019
Morreram mais duas mulheres vítimas de violência doméstica — e já são 35 as vítimas em 2019
Ver artigo

Mas se não estiver virado para o cinema e para o som das pipocas a serem mastigadas ferozmente pela pessoa que se sentar ao seu lado, sugerimos ainda uma rota gastronómica especial do The Fork que, até 29 de março, está com 50% de desconto em vários restaurantes de vários tipos de cozinha.

A primeira semana é dedicada à cozinha asiática e alguns dos restaurantes aderentes são a A Barra JaponesaRebel Asian e Miss Jappa, em Lisboa, bem como o Restaurante Momo, o Cais 35 Sushi ou o Niku Sushi Fusão & Tacaria, no Porto. Mas há mais.

Damos-lhe 5 sugestões para passar o fim de semana fora de casa.

1. Veja o novo filme de terror que chegou ao cinema

Aproveite o fim de semana para pôr o cinema em dia e ver a última grande estreia. Falamos de “O Homem Invisível”, o novo filme de Leigh Whannell que acompanha Cecilia (interpretada por Elisabeth Moss) que, depois da suposta morte do marido, desconfia que tudo não tenha passado de uma farsa.

Não demora muito até que Cecilia comece a sentir-se vigiada por alguém que ninguém consegue ver. Trata-se, na verdade, do seu marido abusivo que a quer atormentar para o resto da vida.

A série que ninguém está a ver. "Hinterland" é tão boa que foi filmada em duas línguas
A série que ninguém está a ver. "Hinterland" é tão boa que foi filmada em duas línguas
Ver artigo

Na plataforma "Rotten Tomatoes", que serve como um agregador de críticas a vários filmes, "The Invisible Man" conta já com a avaliação de 91% (em 100%). A revista "NPR" escreve que o realizador teve a capacidade de desconstruir os moldes do cinema blockbuster para dar uma nova vida a um monstro antigo.

"O Whannell conseguiu desconstruir e tirar a ênfase aos moldes dos efeitos de blockbuster para recriar, de forma diferente, um monstro antigo. E o resultado é um homem invisível de 2020 que tem muito das fundações do género de terror de 1933", lê-se na crítica.

"O Homem Invisível" estreou-se esta quinta-feira, 5 de março, e está em cartaz nas várias salas de cinema portuguesas.

2. Aproveite os descontos loucos do The Fork

O novo evento do The Fork vai levá-lo a comer em bons restaurantes, em Lisboa e no Porto, e pagar menos do que está habituado. Qual menos? Cerca de 50% menos do que pagaria num dia normal.

O festival de gastronomia do TheFork vai durar quatro semanas e a ideia é que, em cada uma, a cozinha de destaque seja diferente da anterior.

Para isso, a plataforma baseou-se num estudo da sua autoria que, no início do ano, revelou que as preferências dos portugueses no que toca à comida passam pela cozinha asiática, portuguesa, italiana e internacional. E porque há confiança de que as preferências se tornem também em tendências no resto do ano, foram mais de 100 os restaurantes selecionados com essas cozinhas a fazer parte do novo evento — que vai decorrer no Porto e em Lisboa.

7 regras para conseguir fazer arroz de sushi, segundo o chef Daniel Rente
7 regras para conseguir fazer arroz de sushi, segundo o chef Daniel Rente
Ver artigo

Não é de estranhar, portanto, que o arranque do evento se foque nos pauzinhos e na Ásia. A primeira semana da rota gastronómica do TheFork vai ser dedicada aos sabores da Ásia e tem em destaque restaurantes como A Barra JaponesaRebel Asian e Miss Jappa, em Lisboa, bem como o Restaurante Momo, o Cais 35 Sushi ou o Niku Sushi Fusão & Tacaria, no Porto.

As semanas seguintes vão ser dedicadas aos sabores de Portugal, de Itália e culmina com a cozinha do mundo inteiro para quem seja fã de pratos internacionais.

A semana de descontos imperdíveis já arrancou e dura até 29 de março.

3. Espreite a nova exposição de Van Gogh

É um projeto do Museu Van Gogh, em Amesterdão, e tem como objetivo mostrar as obras mais conhecidas do famoso artista. E agora, está em Portugal durante tempo limitado.

Marque na agenda: tem até 31 de maio para visitar a exposição e ficar a conhecer a mostra que mistura, arte, entretenimento e história.

E aqui não tem o problema de não poder fotografar ou estar demasiado próximo de um determinado quadro só para o tentar ver melhor. É que as obras expostas em Portugal não são as verdadeiras.

A experiência, que conta com várias reproduções em 3D, está aberta a todo o tipo de visitantes e os bilhetes já estão à venda. Custam entre 9€ e 15€. Estudantes, crianças e visitantes com mais de 65 anos têm direito a um desconto especial.

A exposição está instalada no Terreiro das Missas, em Belém, Lisboa.

4. Veja a peça onde tudo pode correr mal

Chama-se "A Peça que dá para o Torto", estreou-se em cena a 12 de fevereiro e permanece em exibição no Auditório dos Oceanos, do Casino de Lisboa, até março. Adaptado por Nuno Markl, o espetáculo conta com Inês Castel-Branco, Joana Pais de Brito, Alexandre Carvalho, Cristóvão Campos, Igor Regalla, Miguel Thiré, Telmo Mendes e Telmo Ramalho no elenco.

E tal como o nome indica, esta é uma peça em que pode acontecer de tudo. O cenário pode pegar fogo, ficar destruído ou ser palco de várias quedas e acidentes durante a atuação. Mas tudo com segurança, claro, o que faz da peça adequada para famílias e amigos.

As sessões custam entre 20€ a 22€. As entradas podem ser adquiridas através da Ticketline, e o melhor é despachar-se porque já há dias esgotados.

5. Celebre o Dia da Mulher com uma visita guiada ao Palácio do Chiado

Para celebrar o Dia da Mulher, o Palácio do Chiado, em Lisboa, vai organizar uma visita guiada pelos corredores históricos do espaço. E o que promete é que todos os visitantes possam apreciar e juntar-se ao universo místico e fantástico das Deusas, Ninfas e Sabinas através de dois eventos diferentes e muito específicos.

Além de poder fazer a visita, guiada pelo responsável André Ferreira, vai ainda poder degustar de uma experiência gastronómica composto por um shot de sopa de peixe, torricado de cebola caramelizada com parmesão e um copo de vinho tinto ou branco Farrobodó.

Enquanto o preço da visita custa 10€, o pack visita mais a experiência gastronómica tem o custo total de 18€. O início do evento está marcado para domingo, 8 de março, às 17 horas. Os bilhetes podem ser comprados à entrada do Palácio do Chiado.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.