As saídas à rua estão limitadas ao essencial, mas o essencial pode muito bem ser comprar legumes para as refeições dos próximos dias. Com as entregas atrasadas devido ao aumento do número de pedidos, é quase inevitável ter mesmo que se deslocar ao supermercado que, nas últimas semanas, conta sempre com uma fila de pessoas à porta à espera da sua vez.

Sejam lojas, mercearias, centros comerciais ou supermercados, todas as superfícies têm limitações: por cada 25 metros quadrados (m2) só pode estar um cliente. Em alguns casos, isto significa pouco mais de meia dúzia de pessoas no interior e algumas dezenas no exterior à espera.

Para que essa espera seja a menor possível, foi criada uma aplicação que lhe diz se o supermercado onde pretende ir tem fila à porta. Chama-se Posso ir? e é o mais recente projeto do movimento tech4COVID19, que, em apenas algumas semanas, já lançou cerca de 10 soluções tecnológicas, para ajudar no combate à pandemia. São mais de 3500 pessoas das mais variadas áreas a
trabalhar em soluções tecnológicas que ajudem a população a ultrapassar o desafio do COVID-19.

COVID-19. Estado de emergência: açambarcar no supermercado e aumentar preços de desinfetante passam a ser crime
COVID-19. Estado de emergência: açambarcar no supermercado e aumentar preços de desinfetante passam a ser crime
Ver artigo

A plataforma permite perceber a afluência aos diversos estabelecimentos, como mercearias, super e hipermercados, nos arredores, em formato lista ou no mapa, de forma a evitar que as pessoas se dirijam aos que registam maior movimento num determinado momento, promovendo o distanciamento social.

Fizemos o teste e percebemos que talvez seja melhor esperar caso a ideia seja ir ao Continente da rua Almirante Barroso, uma vez que o sinal amarelo indica que a fila pode ir dos cinco aos vinte minutos. Já se for para ir ao Pingo Doce da Estrada da Luz, caminho livre: o sinal verde indica que o tempo de espera será, no máximo, de cinco minutos. O aplicação abrange em especial o centro da cidade, tendo como pontos mais extremos a Lapa, Lumiar e Encarnação.

As cores mudam ao minuto, uma vez que todas as informações são dadas pelos próprios clientes que usam a app para ajudar os próximos clientes a evitar filas. Além disso, entidades parceiras, como o grupo Sonae, terá em cada uma das suas lojas um funcionário responsável por manter o estado da fila atualizado.

Disponível para sistema IOS e Android, é possível instalar a aplicação de forma gratuita através da App Store e da Play Store.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.