Alexandra Lencastre está de volta à TVI, depois de ter deixado a estação para ir para a concorrente SIC em 2020. O seu regresso, segundo confirmou na apresentação da grelha da estação de Queluz de Baixo, deu-se na sequência de um sentimento de desvalorização no canal de Paço de Arcos, onde nunca se sentiu em casa. No entanto, há quem tenha apresentado uma outra versão dos factos.

Uma fonte da SIC, que acompanhou a estadia da atriz no canal, garante que Alexandra Lencastre terá sido, alegadamente, a culpada pela desvalorização que sentia. "Simplesmente não aparecia. No dia anterior confirmava tudo e no dia seguinte, de manhã, não atendia o telemóvel, ou adormecia, ou tinha aftas e herpes", disse a fonte à "TV7 Dias", citada pela "Vidas".

A fonte avança ainda que, no que à personagem de Alexandra Lencastre na novela "Flor Sem Tempo" diz respeito, a mesma teve de ser "esvaziada" por causa da "sua falta de assiduidade". Isto porque, ainda que a artista estivesse a faltar, não era possível interromper as gravações.

De regresso à TVI, Alexandra Lencastre fala sobre a saída da rival SIC. “Senti-me desvalorizada”
De regresso à TVI, Alexandra Lencastre fala sobre a saída da rival SIC. “Senti-me desvalorizada”
Ver artigo

Contudo, de acordo com a "Flash!", já não é a primeira vez que Alexandra Lencastre era acusada pela falta de assiduidade. O mesmo aconteceu, alegadamente, durante as gravações de "Amor Amor", o que levou a que os autores "assassinassem" a personagem, depois de Daniel Oliveira, o diretor da SIC, ter prometido que a atriz entrava no primeiro e saía no último episódio.

De volta à TVI, Alexandra Lencastre vai integrar o elenco de "Cacau", a nova novela da TVI, que deverá chegar ao pequeno ecrã no final de 2023 ou início de 2024. Sobre este regresso, a artista comentou ser exatamente aquilo de que precisava. "Quando entrei no estúdio para gravar a novela senti uma energia que já não sentia há muito tempo, e a forma como todos me receberam foi encantadora”, disse.

A trama de "Cacau", escrita por Maria João Costa, passa-se entre Portugal e a Bahia, no Brasil, e marca o regresso das histórias da estação de Queluz de Baixo àquele país, o que já não acontecia desde "Ouro Verde" (2017), também da mesma autora. Matilde Reymão, que fará par romântico com José Condessa, será a protagonista desta produção.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.