Num processo que se arrasta há vários anos, e que até nem tem nada que ver com a relação do ex-casal, surgem agora novas revelações sobre momentos conturbados no seio da família Jolie-Pitt.

De acordo com a revista "Variety", a atriz deu entrada com um novo processo judicial contra o ex-marido no âmbito da disputa de Château Miraval, uma propriedade vinícola situada em França que o casal comprou há mais de 10 anos. No início de 2022, Brad Pitt processou a ex-mulher por violação de direitos contratuais, após esta ter vendido a sua parte de Château Miraval sem o seu conhecimento.

Nesse processo são revelados mais pormenores sobre o alegado episódio de violência que aconteceu a bordo de um jato privado, em setembro de 2016. A equipa que representa Angelina Jolie argumenta que, para poder vender a sua parte da propriedade, Brad Pitt pedia que a ex-mulher assinasse um acordo de confidencialidade, que a proibia de falar fora de uma sala de tribunal sobre os episódios de abusos físicos e emocionais do ator.

Angelina Jolie relatou ao FBI agressão de Brad Pitt. Um dos filhos também foi atacado
Angelina Jolie relatou ao FBI agressão de Brad Pitt. Um dos filhos também foi atacado
Ver artigo

Neste novo processo, são revelados novos pormenores desse episódio. "Pitt esganou um dos filhos e deu uma estalada a outro" e "agarrou Jolie pela cabeça e abanou-a". Os advogados da atriz argumentam ainda que a discussão começou porque Brad Pitt acusou Angelina Jolie de ser "demasiado respeitosa" para com os filhos. Os atores começaram por discutir na casa de banho do avião. Pitt terá começado a dar murros no teto, o que fez com que a atriz saísse da casa de banho. Depois, como é descrito no processo, quando um dos filhos defendeu verbalmente a mãe, "Pitt atirou-se ao próprio filho e Jolie agarrou-o pelas costas para o parar". "Para tirar Jolie das costas, Pitt atirou-se para um dos assentos, magoando Jolie nas costas e no cotovelo. As crianças tentaram-se proteger umas às outras. Antes do episódio terminar, Pitt esganou uma das crianças e esbofeteou outra. As crianças estavam a chorar e pediram ao pai para parar", pode ler-se no processo.

Depois deste episódio, a atriz levou os seis filhos para um hotel num transporte diferente do de Brad Pitt. No dia seguinte, acordou o então marido e disse-lhe que ia levar as crianças para outro hotel.  "Pitt voltou a gritar com ela e a empurrá-la", lê-se ainda no processo. Este episódio já era do domínio público desde 2016, quando Angelina Jolie fez uma queixa anónima ao FBI, acusando Brad Pitt de "violência física e psicológica" contra ela e os filhos.

Brad Pitt, de 58 anos e Angelina Jolie, de 47, começaram a namorar em 2005. Casaram-se em 2014 e separam-se em 2016. O divórcio foi oficializado em 2019. O ex-casal tem seis filhos: Maddox, de 21 anos, Pax, de 18, Zahara, de 17, Shiloh, de 16, Knox e Vivienne, de 14.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.