A mais antiga sala de espetáculos de Paris, França, vai voltar a receber Tony Carreira para um concerto. O cantor de 57 anos vai subir ao palco do Olympia a 22 de janeiro de 2022, depois de ter visto o concerto adiado devido às medidas impostas por causa da pandemia da COVID-19.

António Raminhos vai lançar livro sobre ansiedade. "O estigma na saúde mental não faz sentido"
António Raminhos vai lançar livro sobre ansiedade. "O estigma na saúde mental não faz sentido"
Ver artigo

A nova data foi anunciada, em comunicado de imprensa, pela equipa que gere as redes sociais de Tony Carreira. "O plano nacional de vacinação francês estima a obtenção da imunidade coletiva na Europa no final do outono de 2021 e a disponibilidade do Olympia leva-nos a crer que o mês de janeiro será, sem dúvida, a melhor aposta para um concerto sem novos adiamentos e com total segurança", pode ler-se na publicação partilhada no Facebook.

Todos os bilhetes já adquiridos mantêm-se válidos para a nova data. Ainda assim, está assegurado o reembolso para quem não pretender assistir ao concerto de Tony Carreira em janeiro.

Esta já não é a primeira vez que o concerto no Olympia é reagendado, pois havia passado para 10 de abril deste ano. No entanto, teve de ser adiado por causa das medidas impostas contra a pandemia do novo coronavírus.

Regresso aos palcos acontece em outubro

Antes de pisar o palco do Olympia, Tony regressa aos concertos em outubro deste ano depois de quase três anos de uma pausa na carreira e depois da morte da filha mais nova, Sara Carreira, em dezembro de 2020.

O primeiro concerto acontece no Pavilhão Multiusos de Guimarães, no dia 2 de outubro. Os próximos três concertos acontecem a 16 de outubro no Coliseu de Elvas, a 6 de novembro no Super Bock Arena (Pavilhão Rosa Mota, no Porto) e a 27 de novembro no Altice Arena, em Lisboa.

A interrupção na carreira foi anunciada em novembro de 2018, aproveitando para se despedir com três concertos em que celebrou os 30 anos de carreira. A decisão de deixar a carreira em suspenso aconteceu um ano após o cantor romântico ser acusado de plagiar canções de autores estrangeiros.

Para além disso, o período de pausa ficou ainda marcado pela morte da sua filha Sara. A também cantora morreu num acidente de viação na A1, em dezembro de 2020, no qual também seguia o namorado Ivo Lucas. O ator da novela "Amor, Amor", da SIC, esteve internado em estado grave com uma fratura exposta no braço.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.