Cristiano Ronaldo voltou a testar positivo ao novo coronavírus. A informação não foi oficialmente confirmada nem pelo jogador nem pela Juventus mas está a ser avançada pos vários órgãos de comunicação social, portugueses e estrangeiros.

O português está, assim, cada vez mais longe de poder marcar presença no jogo frente ao Barcelona, a contar para a Liga dos Campeões, e que está agendado para a próxima quarta-feira, 28 de outubro. De acordo com as regras da UEFA, Ronaldo teria de ter um teste negativo sete dias antes deste confronto.

Ronaldo continua assintomático e está em casa, em Turim, isolado da restante família e a manter um regime de treinos, como tem partilhado nas redes sociais.

O primeiro teste positivo de CR7 aconteceu a 13 de outubro, quando estava em estágio com a Seleção Nacional. O futebolista falhou o jogo frente à Suécia e, no dia seguinte, viajou para Itália num voo médico autorizado pelas autoridades sanitárias.

Além de treinar, Cristiano Ronaldo aproveitou o isolamento para mudar de visual, trocando os caracóis que exibia nos últimos meses pelo cabelo rapado. Indiferente às polémicas que se passam em Itália, onde tem sido acusado de não cumprir regras sanitárias, o futebolista partilhou esta quinta-feira uma fotografia em que exibe o seu novo look. Sobre o novo teste à COVID-19, nem uma palavra.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.