Cristina Ferreira voltou à TVI esta quinta-feira, 5 de novembro, depois de 14 dias em isolamento profilático e após dois testes negativos ao novo coronavírus. No entanto, durante a sua presença no "Você na TV!", a diretora de Entretenimento e Ficção da TVI revelou que a equipa do programa "Dia de Cristina" está em isolamento profilático. Motivo? André Manso, diretor de produção, testou positivo.

andré manso, cristina ferreira, joão Patricio
André Manso (esquerda) testou positivo ao novo coronavírus

Em conversa com Manuel Luís Goucha, Cristina explica que, apesar de ter testado negativo na terça-feira, lhe foi recomendado pela médica cumprir o 14º dia o isolamento profilático. E que foi essa a sua "sorte". "Eu chego e a equipa inteira vai para casa porque há um que testa positivo (risos)! Ontem [quarta-feira], ao final do dia, o André Manso e a mulher fizeram o teste. Estão os dois positivos. Ou seja, eu se tivesse vindo trabalhar ontem e tivesse almoçado como almoçamos, na mesma mesa, eu hoje voltava 14 dias para casa", conta. João Patrício, realizador de "Dia de Cristina", testou negativo mas está em isolamento profilático, revelou ainda a apresentadora.

Cristina Ferreira testa negativo à COVID-19. Apresentadora regressa à TV quinta-feira
Cristina Ferreira testa negativo à COVID-19. Apresentadora regressa à TV quinta-feira
Ver artigo

Apesar de todas estas contingências, a estrela da TVI anunciou a data da nova emissão de "Dia de Cristina". Vai acontecer na próxima terça-feira, 9 de novembro. "Não tenho realizador mas ele vai acontecer (risos)! Estamos a avaliar dia a após dia toda a televisão. Terça-feira haverá o 'Dia de Cristina' mas se as coisas se complicarem muito se calhar estamos aqui um dia destes a fazer programa", disse, lançando um aviso a Manuel Luís Goucha: "Tu livra-te de testar positivo senão sou eu que tenho de vir para aqui todos os dias!".

"Há anos que não lavava tanta loiça na minha vida"

Cristina Ferreira esteve em isolamento profilático após ter estado com Bárbara Bandeira no último "Dia de Cristina". Estas duas semanas, revela a apresentadora, não podiam ter sido melhores. Exceto um pormenor: "há anos que não lavava tanta loiça na minha vida. Uma pessoa está sozinha não vai lavar a loiça na máquina", conta.

"Para mim, que tenho sempre tudo a acontecer, devo confessar que a minha primeira semana sozinha em casa foi o paraíso. Eu adorei. Eu tinha vergonha de dizer às pessoas. Consegui controlar tudo na mesma. Os dias passaram rápido por isso", explica.

Cristina Ferreira ultrapassa CR7 no ranking dos famosos mais seguidos nas redes sociais
Cristina Ferreira ultrapassa CR7 no ranking dos famosos mais seguidos nas redes sociais
Ver artigo

Cristina relembra que o segundo sábado que passou em isolamento foi "muito difícil". "Porque é o dia em que a minha família está toda reunida, em que vou caminhar à Ericeira, em que sei que estão todos a almoçar. Foi o primeiro dia em que tive uma quebra. custou-me muito, muito, muito", admite.

Apesar de ter a possibilidade de estar afastada de todos numa casa com jardim, algo que fez questão de realçar ser um privilégio, Cristina Ferreira não deixou de descrever este isolamento como uma "prisão". "A sensação de 'agora vais para casa e vais lá ficar 14 dias em isolamento e não podes estar com ninguém' é terrível. É uma sensação de prisão, de jaula". A diretora da estação de Queluz de Baixo explicou ainda que não chegou a estar nem com os pais nem com o filho após o contato com Bárbara Bandeira, uma vez que Tiago fica a dormir às quartas-feiras em casa do pai, António Casinhas.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.