Sem público, celebridades ou passadeira vermelha. Foi este o cenário da gala dos Globos de Ouro 2022, que teve lugar este domingo, 9 de janeiro. Uma edição que se revelou atípica, como consequência de um boicote  que visa chamar a atenção para a falta de diversidade e inclusão no painel da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla original). Mas que, ainda assim, entrou para a história.

Globos de Ouro. "Squid Game", "Succession" e "Lupin" nomeadas para Melhor Série Dramática
Globos de Ouro. "Squid Game", "Succession" e "Lupin" nomeadas para Melhor Série Dramática
Ver artigo

A 79.ª edição dos Globos de Ouro premiou pela primeira vez uma atriz transgénero e entregou o prémio de Melhor Atriz em série dramática a Michaela Jaé Rodriguez ("Pose"), numa edição sem cerimónia televisiva que distinguiu ainda "Succession", "The Power of the Dog", "West Side Story" e não só.

E não, a ausência de celebridades na cerimónia e de uma transmissão televisiva em nada teve que ver com a pandemia de COVID-19, mas com o escândalo que caiu sobre a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla original) em 2021.

Um cenário que surge depois de estrelas do cinema e outros profissionais da área terem anunciado boicote à cerimónia, como forma de protesto contra a alegada falta de representatividade e inclusão da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, a organização de jornalistas e fotógrafos responsável por eleger os nomeados e vencedores.

Assim, à semelhança do que já teria acontecido em 2008, quando aconteceu a greve dos argumentistas, a gala não foi transmitida nas televisões norte-americanas e os prémios foram anunciados através das redes sociais e na página da Internet da HFPA.

"Sucession", "The Power of Dog" e "West Side Story" recebem estatuetas douradas

A estatueta de Melhor Atriz em série dramática foi então entregue a Michaela Jaé Rodriguez, pelo seu papel em “Pose”, título da série que retratava uma Nova Iorque de 1980, época marcada pela ascensão da cultura de luxo e arranque dos bailes LGBTQI+, mas que terminou na terceira temporada.

O sucesso da Netflix “Squid Game” deu a O Yeong-su o Globo para Melhor Ator Secundário em televisão. Mas foi “Succession”, da HBO, a produção que sobressaiu na contagem de prémios, com a conquista de três Globos: Melhor Ator em série dramática para Jeremy Strong, Melhor Atriz Secundária para Sarah Snook e, ainda, Melhor Série Dramática.

Ator de "Squid Game" diz que a sua vida mudou com o fenómeno da série. "Ser famoso é difícil"
Ator de "Squid Game" diz que a sua vida mudou com o fenómeno da série. "Ser famoso é difícil"
Ver artigo

"The Power of the Dog" foi o grande vencedor e conquistou o Globo para Melhor Filme Dramático, numa produção que valeu ainda a Jane Campion a distinção de Melhor Realização, bem como Melhor Ator Secundário para Kodi Smith-McPhee.

Já a versão de Steven Spielberg de "West Side Story" também não passou despercebida e arrecadou três Globos de Ouro. Neste caso, na categoria de musicais – onde conquistou Melhor Filme Musical ou Comédia, Melhor Atriz em Filme Musical ou Comédia (Rachel Zegler) e Melhor Atriz Secundária em Filme (Ariana DeBose).

Espreite a lista de vencedores

Cinema

Melhor Realização

Jane Campion, “The Power of the Dog”

Melhor Argumento

Kenneth Branagh, “Belfast”

Melhor Filme Dramático

“The Power of the Dog”

Melhor Atriz em Filme Dramático

Nicole Kidman, “Being the Ricardos”

Melhor Ator em Filme Dramático

Will Smith, “King Richard”

Melhor Ator Secundário em Filme 

Kodi Smith-McPhee, “The Power of the Dog”

Melhor Atriz Secundária em Filme 

Ariana DeBose, “West Side Story”

Melhor Filme Musical ou Comédia

“West Side Story”

Melhor Ator em Filme musical ou comédia

Andrew Garfield, “Tick, tick… BOOM”

Melhor Atriz em Filme musical ou comédia

Rachel Zegler, “West Side Story”

Melhor Filme de Animação

“Encanto” (Walt Disney)

Melhor Filme de Língua Estrangeira 

“Drive My Car” (Japão)

Melhor Canção 

“No Time To Die” - Billie Eilish, Miles Ale, Finneas O’Connell, “007: Sem Tempo Para Morrer”

Melhor Banda Sonora

Hans Zimmer, “Dune”

Televisão

Melhor Série Dramática

“Succession” (HBO)

Melhor Atriz em série dramática

Michaela Jaé Rodriguez, “Pose” (FX)

Melhor Ator em série dramática

Jeremy Strong, “Succession” (HBO)

Melhor Atriz Secundária em televisão

Sarah Snook, “Succession” (HBO)

Melhor Ator Secundário em televisão

O Yeong-su, “Squid Game” (Netflix)

Melhor Minissérie ou Filme para Televisão

“The Underground Railroad” (Amazon Prime)

Melhor Atriz em minissérie ou filme para televisão

Kate Winslet, “Mare of Easttown” (HBO)

Melhor Ator em minissérie ou filme para televisão

Michael Keaton, “Dopesick” (Hulu)

Melhor Série Musical ou Comédia

“Hacks” (HBO)

Melhor Atriz em série musical ou comédia

Jean Smart, “Hacks” (HBO)

Melhor Ator em série musical ou comédia

Jason Sudeikis, “Ted Lasso” (Apple TV+)

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.