Laura Braz faz parte dos 100 jurados do "All Together Now", da TVI, e, aos 74 anos, confessa que é uma pessoa realizada. Em entrevista à MAGG, a atriz e influenciadora digital revela como surgiu o convite para o novo formato conduzido por Cristina Ferreira e conta como foi a participação no elenco de "Terra Brava", da SIC.

Vencedora do "All Together Now Kids". "Quem nasce com um dom não precisa de aulas"
Vencedora do "All Together Now Kids". "Quem nasce com um dom não precisa de aulas"
Ver artigo

Na hora de falar sobre o programa de talentos da estação de Queluz de Baixo, Laura não hesita em destacar o cenário "majestoso" que, por vezes, pode "intimidar" os concorrentes que sobem ao palco da Altice Arena. "Emocionei-me muitas vezes com a atuação de alguns concorrentes. Mas também ri em alguns momentos", começa por contar a jurada.

No entanto, e apesar de revelar que existe grande "cumplicidade" entre os 100 elementos do júri, recorda o momento em que houve desacordo entre todos. "Houve um dos programas que achei complicado, em que os jurados entraram em discórdia e eu até compreendi a opinião da Gisela [João, a presidente do júri]", diz, referindo-se aos comentários polémicos de Gisela João e Rita Pereira sobre a performance de Gabriel Gomes.

Ainda assim, descreve toda a experiência como "única" e "fantástica". O convite surgiu de forma inesperada e revela como a equipa do "All Together Now" a abordou para fazer parte do programa: "Recebi uma mensagem sobre o projeto e quis ter conhecimento do que se tratava. Disseram-me que viram um vídeo meu no Canal Q e acharam que o meu perfil se enquadrava no programa", conta à MAGG a influenciadora digital.

O "bichinho" da representação

Durante 36 anos, Laura foi professora de Língua Portuguesa e confessa que o "bichinho" da representação esteve sempre vivo. Por isso, criou uma oficina de teatro na escola e fez vários cursos e estágios. "Antes de ser professora, tinha o sonho de ser atriz e, na altura, os pais não consentiam uma coisa dessas", recorda a agora atriz, acrescentando que, à época, os seus pais desejavam que se formasse na universidade.

Quando se aposentou do ensino, colocou em marcha o seu objetivo e foi na novela "A Única Mulher" que se estreou na figuração especial. Seguiram-se outras participações na ficção nacional, como "Alma e Coração" ou "Terra Brava". Mas foi nesta última que Laura teve um papel com maior destaque, ao interpretar uma beata que se metia em todos os assuntos que a ela não diziam respeito.

"A Arlete tinha um grupinho com a Mercedes e a Prazeres. Eram umas beatinhas que andavam sempre à cuca de tudo o que suscitasse curiosidade naquela terra. A bem dizer, eram as três umas grandes cuscuvilheiras", conta a intérprete à MAGG, que recorda o bom ambiente com as atrizes Noémia Costa e Isabel Ruth.

Da reforma para o Facebook

Com uma presença forte nas redes sociais, Laura confessa que descobriu o mundo da internet depois de dedicar a vida ao ensino.  "As redes sociais entraram de forma natural e deram uma grande volta à minha vida", diz, acrescentando ainda que é "ciente" das vantagens e desvantagens que a exposição pode ter.

"Até agora, nunca tive críticas que me fizessem desistir das redes sociais. Acredito que passo uma imagem muito positiva e há jovens que me dizem que, quando tiverem a minha idade, querem ser como eu", atira, deixando escapar algumas gargalhadas.

Aos 74 anos sente-se ainda uma pessoa jovem e quer abraçar novos papéis na ficção nacional, tais como ser a vilã que afeta todo o enredo. Para já, tem aproveitado para se dedicar a caminhadas, leituras e ver séries na Netflix. "Começo o meu dia com uma caminhada, vou às compras, faço pintura e quando posso gosto de sair de casa e ler numa esplanada", conta.

Com três filhos, seis netos e uma bisneta, todo o tempo é contado na vida da atriz e, em altura de pandemia da COVID-19, lamenta ter de estar mais distante da família. Laura reside em Albufeira, no Algarve, e umas das filhas vive no Canadá. Ainda assim, confessa que a cultura e os projetos nos quais se envolve a preenchem.

"Adoro ler biografias históricas e agora até a Netflix me deixou rendida, estou completamente apaixonada pela série 'The Crown'. Por vezes, quando estou há várias horas a ver a série, penso que tenho de me levantar e fazer outras coisas", afirma.

Percorra a galeria de fotos de Laura Braz.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.