Ljubomir Stanisic está a ser acusado de assédio por parte de Cândida Pinto, concorrente da primeira temporada do "Hell's Kitchen", programa de competição culinária da SIC comandado pelo chef de cozinha. A informação foi avançada esta quinta-feira, 5 de maio, pelo "Correio da Manhã". 

A cozinheira brasileira revelou sentir "nojo com tudo o que aconteceu” nas gravações do programa, onde segundo a versão de Cândida, o chef Ljubomir cometia assédio. "Durante as gravações do programa, deparei-me com assédio diário. Tudo acontecia na frente de todos com as câmaras ligadas", escreveu Cândida Pinto num comunicado citado pelo meio.

Das indiretas aos abraços: Cristina Ferreira encontrou-se com Ljubomir e comentou o momento nas redes sociais. "Relação tremida"
Das indiretas aos abraços: Cristina Ferreira encontrou-se com Ljubomir e comentou o momento nas redes sociais. "Relação tremida"
Ver artigo

O que motivou a denúncia pública, segundo a ex-concorrente, foi a vontade de falar sobre o tema e contribuir para o fim deste comportamento generalizado. "Cansei de ser intolerante. Não vou ficar mais em silêncio. Acredito que tornar público e falar sobre o assunto é fundamental para acabar com este tipo de comportamento", justificou.

Cândida Pinto está a exigir uma indemnização de 40 mil euros ao chef, que ainda não reagiu à acusação e, de acordo com o Correio da Manhã, "não se mostrou disponível para falar" após ser contactado pela imprensa.

A brasileira também já tinha dito que o programa da SIC tinha sido uma experiência interessante, mas que, "na vida real, nenhum chef  tem 40 minutos para preparar um prato"."Hell's Kitchen" já conta com duas temporadas.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.