Luís Costa, conhecido como DJ Magazino, perdeu a batalha contra a leucemia. A notícia está a ser avançada pela CNN Portugal, que adianta que o DJ morreu esta quinta-feira, 9 de dezembro, em casa.

músico de 44 anos estava internado no IPO de Lisboa desde o início de novembro, onde tinha iniciado mais um ciclo tratamentos. O relato sobre a luta contra a doença, feito com um sentido de humor ímpar nas redes sociais, ultrapassou as fronteiras da internet e, nos últimos meses, o DJ era presença assídua em programas televisivos, onde falava da luta contra o cancro.

As últimas palavras públicas do músico natural de Setúbal, conhecido como DJ Magazino, publicadas há seis dias, assinalavam os dois anos de luta contra a leucemia.

Num longo texto, sempre recorrendo ao humor, Luís Costa escrevia sobre as adversidades da luta contra a doença, à qual acabaria por sucumbir.

"O 'segredo' é conseguir viver feliz com todas as limitações que o meu corpo me vai impondo. Não consigo subir a rua da minha casa sem parar 2 vezes por uns minutos? Paro e sento-me à porta das casas, as vizinhas da Madragoa já me conhecem e dão-me água para o caminho.  Não posso comer sushi que tanto gostava? Como o peixe fresco feito na grelha ou no forno a acompanhar com banda sonora japonesa. O coma emagreceu-me tanto ao ponto de cair um implante que tinha na boca à direita, não posso ir ao dentista há 2 anos por ter as plaquetas muitos baixas e haver risco máximo de hemorragia, solução - mastigo com o lado esquerdo, não me restava outra alternativa.  Perdi parte da visão do olho direito? OK, o esquerdo está bom e passa a ver pelos dois. Muitos ciclos seguidos de quimio trouxeram-me disfunção erétil? Não há stress, abraço os meus amigos e digo-lhes o quanto os amo, não é um orgasmo mas acreditem que dá muito prazer. Três operações junto ao ânus na nádega esquerda? Sento-me sempre com a nádega direita primeiro para amortecer o impacto. Arranja-se sempre maneira de dar a volta", salientava.

"Agora em plena recuperação da quimio apanhei uma pneumonia, 4 antibióticos para ajudar mas cada vez que respiro fundo parece que levo facadas no lado direito das costas. Mas para isto também já arranjei uma solução, deito-me de lado na cama para o lado direito, espero 30 segundos e já posso respirar fundo sem dor durante alguns minutos antes que ela volte. Claro que vou arranjando soluções para os novos limites à espera que um dia consiga curar-me e voltar ao normal, enquanto esse dia não chega, vivo feliz com os meus limites", escrevia.

Em outubro passado, Luís Costa lançou o livro "Magazino ao Vivo", onde relatou o seu percurso de 25 anos como DJ, interrompido em 2019 quando foi diagnosticado com leucemia.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.