Divine Brown foi capa de jornais em todo o mundo em 1995, quando foi detida, juntamente com o ator Hugh Grand, hoje com 63 anos, após ter sido apanhada em flagrante a fazer-lhe sexo oral num carro, o que constitui um crime no Reino Unido. As fotos da detenção correram mundo e o nome Divine Brown ficou no imaginário de toda a gente. O que não se podia imaginar era a volta de 180 graus na vida da mulher que recebeu 50 euros pelo serviço sexual que prestou ao ator, na altura uma estrela emergente, que tinha acabado de estrear um dos seus maiores sucessos, "Quatro Casamentos e um Funeral", que foi mesmo nomeado para os Oscares em 1994.

Hoje, Divine já não vive em Los Angeles, também já não se prostitui, mas é uma moradora de um bairro social de Atlanta, onde foi fotografada esta semana com um ar muito pouco cuidado, a fumar, ao telefone, e camisa aberta. A mulher, hoje com 53 anos, está a enfrentar um processo judicial que a pode levar à condenação a 30 anos de cadeia. De acordo com o Ministério Público norte-americano, Divine é acusada de maus tratos a crianças, posse de drogas, tráfico de cocaína.

"Ela não tem carro e anda de chinelos de enfiar o dedo muito velhos", contou um vizinho ao jornal norte-americano "Daily Record". "Ela gosta que as pessoas pensem que anda de Porsche e veste roupas de marcas, mas a realidade não podia ser mais distante que isso", continuou. "Há gritos constantes vindos da sua casa, principalmente quando está bêbeda".

“Prince Andrew: Banished”. Escândalos sexuais do príncipe André revelados em documentário
“Prince Andrew: Banished”. Escândalos sexuais do príncipe André revelados em documentário
Ver artigo

A detenção de Divine, que tem como nome verdadeiro Estella Thompson, aconteceu a 14 de fevereiro, dia dos namorados, quando a polícia foi chamada ao seu apartamento, num bairro social de Atlanta, alertada pelos muitos gritos que vinham lá de dentro. Os agentes chegaram a casa de Estelle perto das 12h30 e encontraram-na embriagada, "com um discurso muito confuso". No apartamento estava uma menor, de 13 anos, que apresentava sinais de agressão. Foram também encontradas várias drogas. Acabou por ficar detida na cadeia de Fulton, no estado da Georgia, mas aguarda julgamento em liberdade.

Divine tornou-se uma celebridade a 27 de junho de 1995, então com 34 anos, quando foi detida com Hugh Grant. Na altura, e após ser libertada e ter dado entrevistas a todos os jornais, revistas e televisões, disse estar a ter "uma vida maravilhosa". Só que o dinheiro — perto de 1 milhão de dólares — que ganhou a vender a sua história acabou rapidamente. Divine já tem registadas 36 moradas diferentes, tendo sido despejada de todas. Foi condenada 18 vezes por pequenos crimes.

Lembra-se do par romântico de Hugh Grant em "O Amor Acontece"? Atriz rende-se a "The Undoing"
Lembra-se do par romântico de Hugh Grant em "O Amor Acontece"? Atriz rende-se a "The Undoing"
Ver artigo

A vida de Hugh Grant, na altura, também desmoronou. A atriz Liz Hurley divorciou-se do ator, que ficou com uma reputação manchada. Mas recuperou rapidamente. Desde 2018 que é casado com a empresária milionária sueca Anna Eberstein, 41 anos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.