O sushi é uma tendência que veio para ficar nos gostos dos portugueses. Pelas mãos de Flávio Barbosa, que já passou pelo restaurante Tsubaki, nasce um novo conceito de take away. Se anda à procura de uma nova experiência, fique a conhecer a Casa Japonesa, localizada em Setúbal. Este projeto é a marca da cozinha do chef e "promete levar à oferta de restaurantes de take away uma carta com pratos do autor", pode ler-se em comunicado.

Com o objetivo de garantir uma frescura e sustentabilidade dos ecossistemas, a Casa Japonesa vai privilegiar os produtos locais. Da  sua própria horta biológica vão ser colhidas as verduras e legumes, e dos arrozais de Alcácer do Sal chega o arroz com o bago típico para o sushi. A pensar na grande qualidade de peixe que Portugal apresenta, o chef Flávio vai confecionar os pratos da carta dedicada ao mar com as espécies da costa portuguesa e, em particular, da região de Setúbal.

Soltem os pauzinhos. O sushi chegou ao Pingo Doce do Olivais Shopping
Soltem os pauzinhos. O sushi chegou ao Pingo Doce do Olivais Shopping
Ver artigo

Por sua vez, na carta dedicada à terra, a Casa Japonesa vai apresentar carne de aves, de porco e, em algumas criações especiais, a introdução da carne de porco preto e de vaca. Entre as várias  especialidades da carta é importante destacar o escabeche de caranguejo de casca mole, camarão Black Tiger com molho kimuchi e até há gunkans à Bulhão Pato.

O restaurante japonês está em soft opening até 15 de setembro, mas apenas disponível para encomendas de take away e delivery durante o período de almoço (12h-15h). A partir dessa data, abrem também ao jantar (19h-22h). Todas as opções da carta estão disponíveis no site oficial ou nas plataformas de entrega ao domicílio como a Uber Eats, Glovo e Takeaway.com.

A Casa Japonesa terá ainda uma loja com caixas preparadas para que o cliente possa ter a experiência de ser o próprio chef em casa, com a ajuda de conteúdos explicativos de acesso exclusivo através da tecnologia do QR code.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.