Habitualmente só ouvimos falar mais em folar quando chega a Páscoa e os vemos a ganhar protagonismo nas montras das pastelarias. Têm quase todos um ou dois ovos cozidos no centro, fecham em forma de cesto e fazem-nos salivar. No entanto, talvez não seja uma tentação assim tão grande para os menos gulosos. Para esses serão mais indicados os folares salgados, também tradicionais em Portugal e com prémios.

Um deles é o da Padaria Dias, em Tortosendo, na Covilhã, que ganhou o prémio de Melhor Folar Salgado a 27 de março no VIII Concurso “O Melhor Folar e Pão de Ló de Portugal” da Associação do Comércio e da Indústria de Panificação, Pastelaria e Similares (ACIP). Já na categoria do Melhor Folar Doce foi distinguida a Santa Coina Confeitaria e Padaria Artesanal, no Barreiro, em Coina.

Sabe o que está a comer quando come um folar da Páscoa? Uma nutricionista explica tudo
Sabe o que está a comer quando come um folar da Páscoa? Uma nutricionista explica tudo
Ver artigo

Estes foram os primeiros prémios, mas os do segundo e terceiro lugar não ficaram muito atrás no sabor. Com o bronze ficou novamente a Padaria Dias, em Tortosendo, Covilhã, desta vez no folar doce, e o segundo prémio de Folar Salgado e Bôlas foi atribuído à pastelaria Universidade, de Coimbra. Pela mesma ordem, agora em terceiro lugar, ficou a Venezuela, de Tavira, e a Trigal, em Águeda.

Ainda bem que não nos compete a nós escolher, porque entre os 130 bolos a concurso não seria fácil eleger os melhores. É que Portugal tem uma grande diversidade, desde o folar doce de Vouzela, em forma de ferradura, ao folar de Trás-os-Montes, que leva presunto, salpicão e toucinho.

Conheça alguns deles e saiba onde ir buscar para rechear a mesa da Páscoa.

1. Folar de Trás-os-Montes

Portal Terra Fria Transmontana
Portal Terra Fria Transmontana créditos: Portal Terra Fria Transmontana

Em Trás-os-Montes o folar mais tradicional é feito com carnes de porco e apresentado em forma retangular ou redonda. A base é feita com farinha, ovos, fermento, massa leveda, azeite, manteiga, sal e água e lá dentro leva presunto, salpicão e toucinho. É, como se vê pela descrição, um folar salgado típico da região (que também pode ser chamado de Folar de Valpaços ou Bola de Carne Transmontana) e vende-se um pouco por todo o País.

Pode encontrá-lo na Sabana, na Maia, no Portal Terra Fria Transmontana, em Bragança, e no projeto de Rui Tasca, com produtos caseiros de Trás-os-Montes, com entregas em Algés, Lisboa e arredores. Para um folar transmontano vegan, pode encontrar na BuMa.

2. Regueifa de folar Santa Maria da Feira

As Magalhães
As Magalhães créditos: Município de Santa Maria da Feira/Facebook

Em vez de um simples folar, em Santa Maria da Feira é tradicional a regueifa de folar, em especial na Páscoa, altura em que é costume os padrinhos oferecerem uma regueifa doce aos afilhados. Estão pão doce é tipicamente feito com ovos, açúcar, manteiga, farinha, fermento, canela, vinho do Porto, leite e sal, segundo a Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, e se for guardado em pano-cru pode durar até um mês.

Onde encontrar uma regueifa doce em Santa Maria da Feira? Na Pastelaria Lurdes Magalhães, na Doçaria Laidinha Magalhães e na Padaria Celeste Magalhães, todas das família Magalhães que tem passado o legado da genuína regueifa doce de geração em geração.

3. Folar da Covilhã

Padaria Dias
Padaria Dias créditos: instagram

O melhor folar salgado? O da Padaria Dias, na Covilhã. Resgatamos de novo os premiados no VIII Concurso “O Melhor Folar e Pão de Ló de Portugal”, desta vez para falar da padaria da Beira Baixa que conseguiu o ouro no folar salgado e o bronze no doce.

No que diz respeito ao salgado, ao contrário de outros, tem uma forma retangular, embora este não seja o único aspeto que o diferencia. Conquista também pelo exterior dourado e crocante, dentro do qual estão carnes (chouriça, chouriço mouro e bacon) espalhadas por toda a massa para que não se sinta falta numa única dentada. Foi por isso que levou o ouro e também por essa razão que deve comprar para esta Páscoa.

Padaria Dias

Localização: Parque Industrial do Tortosendo, Rua A, lote 4 6200-823 Covilhã
Reservas: 275 958 018/ Facebook/ Instagram

4. Folar doce da Santa Coina Confeitaria e Padaria Artesanal

Folar doce da Santa Coina Confeitaria e Padaria Artesanal
Folar doce da Santa Coina Confeitaria e Padaria Artesanal créditos: instagram

Aquele apetitoso folar de mel que vê na fotografia é precisamente o folar que venceu o prémio de Melhor Folar Doce em 2022. Pertence à Santa Coina Confeitaria e Padaria Artesanal, no Barreiro, e para quem é da zona já deve estar a ser difícil resistir a provar pelo menos uma fatia do folar de ouro.

Ao contrário das folhas de ouro e outros requintes que a gastronomia atual adiciona para elevar o patamar dos pratos, neste folar não foi preciso nada disso para merecer ficar em primeiro lugar. Basta o facto de o miolo ser aromatizado com açúcar e canela e levar um banho de mel ao sair do forno, o que torna a "côdea intensa, saborosa e brilhante", descreve a confeitaria. A juntar a isto, a padaria do Barreiro faz tudo recorrendo a um método de fabricação artesanal e o resultado... só comendo.

Santa Coina Confeitaria e Padaria Artesanal

Localização: Rua Moinho do Alimo Nº 05 Loja B 2830 Coina
Reservas: 21 210 3002/ Facebook/ Instagram 

5. Folar de São Marcos da Serra

Quinta dos Avós
Quinta dos Avós créditos: facebook

O Algarve é mais conhecido pelo folar de Olhão, que brilha tanto quanto os nossos olhos quando o veem, mas a região tem outro digno de igual sensação. É o folar de São Marcos da Serra que até dá lugar a uma feira anual. A última foi online, mas este ano a Câmara Municipal de Silves (CMS) já vai conseguir trazer de volta o evento, que vai já na XXIV edição.

Decorrerá entre 15 e 17 de abril e durante esses dias haverá atuações de ranchos folclóricos, bailes, fado, jogo do pau promovido pela Associação Algarvia do Jogo do Pau Português e ainda expositores com licores e aguardentes, mel, enchidos tradicionais, artesanato, panificação, doçaria regional e, claro, muitos folares para levar para casa.

Onde encontrar mais alguns folares de Silves? Na Quinta dos Avós.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.