Quem anda pelo Algarve em agosto procura tudo o que está acontecer na região de modo a fugir à típica "voltinha dos tristes" pelas ruas mais concorridas. Nada triste, pelo contrário, bem arrebitado é o fim de semana gastronómico que vai acontecer em Portimão já a 20 e 21 de agosto.

Arrebita Portimão é o nome do festival gastronómico, já na 3.º edição, que decorre ao longo das ruas do centro histórico da cidade e a melhor parte é que a entrada, na Praça da República (Alameda), é gratuita. O percurso começa aqui às 18 horas e até às 23 horas, em ambos os dias, é tempo de dar conta da variedade de pratos focados no peixe e marisco da nossa costa.

Um deles, uma salada de feijão verde, crustáceos, percebes e peixe-rei frito, é até confecionado pelo chef de um restaurante Michelin, o Feitoria, em Lisboa, cuja cozinha está atualmente nas mãos do chef André Cruz.

Para dormir, comer ou sair à noite, 6 novidades que tem de conhecer este verão no Algarve
Para dormir, comer ou sair à noite, 6 novidades que tem de conhecer este verão no Algarve
Ver artigo

Mas é preciso que o prato esteja ligado a uma estrela Michelin para fazer os nossos olhos brilhar. Diga lá se não é suficientemente tentador pensar que poderá experimentar, logo no primeiro dia, 20 de agosto, umas sardinhas panadas com cebola em escabeche e pão frito, do chef Pedro Monteiro (Tasca Baldracca, Lisboa), ou uma crocante tosta de mexilhões, malagueta e aioli do britânico Shay Ola (Queimado, Costa da Caparica). 

Já os chefs algarvios propõem para o segundo dia, 21, uma bola de Berlim com gamba da Costa, abacate e laranja, criação do chef Louis Anjos, do estrelado Al Sud (Lagos), e brioche com sarrajão, pepino e laranja com maionese de ostra, do chef local Nuno Martins (NUMA, Portimão).

Para os que não concebem uma refeição sem carne, eis o kebab de borrego 2.0 do chef Bernardo Agrela (West Mambo, Lisboa), no sábado, e o steamed bun de cachaço de porco preto e maionese do mar, do chef Rui Sequeira (Alameda, Faro), no domingo.

"Arrebita Arrebita Arrebita" cantaria Roberto Leal depois da ligeira dose de açúcar que remata cada dia do Arrebita Portimão. Há dirty cookie, do chef Micael Duarte (Ofício, Lisboa), no sábado, e doce com figos do Algarve, amêndoa e iogurte, do chef Luís Gaspar (Sala de Corte, Lisboa), no domingo.

A entrada no festival gastronómico de Portimão (criado pela Amuse Bouche, com o apoio da Câmara Municipal de Portimão) é livre, pagam-se apenas os pratos, que têm um valor de 6€ cada.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.