Voltamos a casa e à pilha de loiça que nunca deixa de crescer na cozinha. Para uma pausa nos cozinhados e uma ajuda extra a todos os restaurantes que se viram obrigados, mais uma vez, a fechar portas, a MAGG dá uma sugestão por dia para uma refeição caseira mas com sabor que vêm de fora.

Vegetarianos, especializados em leitão, sushi, pizzas ou saladas, espere de tudo. Até porque os restaurantes já provaram serem capazes de tudo para sobreviver a uma pandemia.

Se acha que gourmet e comida rápida são dois conceitos que não encaixam na mesma frase, está enganado. O Paztel Factory é um espaço recente na cidade de Lisboa e foi criado exatamente com o objetivo de trazer à capital um conceito pouco conhecido — um restaurante de fast food, mas requintada.

Um restaurante para comer em casa. Os tacos incríveis do Savage chegam ao Parque das Nações
Um restaurante para comer em casa. Os tacos incríveis do Savage chegam ao Parque das Nações
Ver artigo

Situado na Rua Lúcio de Azevedo 25B, em Lisboa, este espaço une os ideais de refeição cuidada, onde só são utilizados produtos de qualidade, à casualidade e rapidez da comida plástica, de que tanta gente gosta. O melhor? Para provar estes pastéis típicos brasileiros, feitos com a massa tradicional do país sul-americano, não precisa de viajar até ao Brasil nem tão pouco sair do seu sofá.

O menu do Paztel Factory é variado, de modo a que haja opções para todos os gostos e, além dos pastéis já definidos, o cliente tem ainda a hipótese de escolher livremente mais de 40 ingredientes, desde salgados a doces, para fazer um pastel à sua medida.

O preços variam entre 4,20€ (pastel de maçã e canela ou doce de leite e banana) e 5,60€, no caso do pastel italiano, com presunto, queijo, tomate, cebola e orégãos, ou do vegan, com beringela, mix de couves, cogumelos frescos, quinoa e coco.

No menu não podia também faltar o pastel português, que é composto por bacalhau, grão, cebola e coentros, bem como o brasileiro, feito com frango, palmito e catupiry (ambos 5,60€). Para os mais gulosos, o restaurante tem ainda várias opções de sobremesas que vão desde o típico brigadeiro à colher (2€) às bowls de açaí com granola, leite condensado ou mel e duas frutas à escolha (3,90€).

O restaurante está aberto todos os dias entre as 12h e as 22h30, e a comida pode chegar até si através das plataformas Uber Eats, Bolt Food, Glovo e Take Away.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.