O Torto abriu portas em outubro de 2021 no Porto pela mão de quatro sócios que quiseram mostrar a beleza da imperfeição. Vando Montenegro e Carlos Toga Machado convidaram Pedro Segurado e José Mendes para criar este projeto, que tinha tudo para não correr às direitas. E o presságio cumpriu-se.

"É Torto porque essa é a natureza intrínseca de tudo o que nos rodeia. A imperfeição é a regra, nós apenas a assumimos como um facto. Ninguém é perfeito, nós muito menos, daí Torto, inacabado, imperfeito… tudo sinónimos que nos definem", explica Pedro Segurado à MAGG sobre a razão do nome escolhido para o bar.

Melon, baby. O novo cocktail do Las Ficheras leva-nos para os anos 90, com tacos a acompanhar
Melon, baby. O novo cocktail do Las Ficheras leva-nos para os anos 90, com tacos a acompanhar
Ver artigo

No entanto, este não é apenas um bar. "É mais do que tudo um espaço ou sítio onde podemos ter a certeza de que seremos bem tratados, com atenção, até com carinho, como se visitássemos a casa de um amigo próximo", continua o sócio do projeto.

E a verdade é que nas visitas a casa dos amigos há em tudo imperfeição. Há refeições arranjadas à última hora que tornam-se nos melhores pitéus, há álcool em doses nem sempre perfeitas, há música cujo volume está no ponto para uns e a passar as estribeiras para outros. Há caos igual ao "caos semi organizado que é um bar", como o Torto. Por isso, é feito um convite desde o dia da abertura: "Venham ter connosco na boa, com empatia, com paciência mas mais do que tudo com vontade, com ganas de partilhar tudo o que de bom se passa por aqui. Nós estamos aqui para vocês, mas precisamos que vocês também estejam aí para nós. A partir a louça toda".

Mas vá, não leve isto à letra, porque se partir a louça fica sem conseguir provar os cocktails únicos criados pelo bartender José Mendes, que não tem medo de entortar garrafas de bebida para os copos e juntar-lhes ingredientes menos comuns numa bebida, como mostarda, alho negro ou curcuma. 

Não se confunda, que ainda estamos só a falar de cocktails e para quem tenciona fazer a sua primeira visita, Pedro Segurado sugere o que provar. "Quem nos visita não deve perder a nossa opção de TAP cocktails, que são cocktails originais carbonatados e criados de raiz pela nossa equipa e servidos através de uma torre como se fossem cerveja, super frescos e com base de Johnie Walker Black. São o nosso joker imperdível", frisa o co-responsável do bar Torto.

Existem ainda outras opções, como o The Gin Gig (com Tanqueray, lima, kaffir, ruibarbo e Vermute), Daft Punch AKA Pluvia Aurata (feito com Belvedere, Veuve Cliquot, Earl Grey, maracujá, baunilha e pó de estrelas), o Drink Your Greens (composto por capucana, grannysmith, spirulina, ervilha e gingerbeer) e o Coffee Cafuné 2.0 GT (leva Zacapa, Averna, Cold brew, banana, chocolate negro e água coco).

Para acompanhar, ou mais precisamente petiscar, há opções pensadas por Tiago Lessa, Diana Barnabé, do Estúdio de Cozinha, e pelo chef João Ribeiro, do restaurante Goela.

"A carta de comida são várias reinterpretações de pratos tradicionais portugueses como o cozido à portuguesa, arroz de cabidela ou jardineira que foram repensados para serem consumidos mais descontraidamente e em versão finger food", explica Pedro Segurado. Além destes, nas versões de croquetes de cozido à portuguesa e jardineira em pão de batata, vai encontrar uma sandes com uma porção generosa de ovos, uma tosta de gaspacho e arancini.

Torto

Localização: R. José Falcão, 199, Porto
Horário: de terça-feira a domingo das 18h às 2h

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.